Partido político pretende ser um ‘Provedor do Contribuinte’ famalicense

IL | Iniciativa Liberal cria Núcleo Territorial de Famalicão

IL | Iniciativa Liberal cria Núcleo Territorial de Famalicão

Pub

 

 

No passado Sábado, dia 4 de Julho, realizou-se o Plenário Inaugural do Núcleo Territorial de Famalicão, do Partido Iniciativa Liberal, no Auditório da União das Freguesias de Vila Nova de Famalicão e Calendário.

Com a formalização deste Núcleo, os Liberais de Famalicão esperam poder dar início à sua atividade política no Concelho, com a missão de ter um papel de “Provedor do Contribuinte”, como defendido pelo novo Presidente do Núcleo, Carlos Figueiredo. O Núcleo compromete-se a defender o contribuinte Famalicense contra abusos por parte do Executivo Camarário, como a excessiva tributação ou desperdício de fundos públicos.

Compromete-se ainda a defender o fortalecimento da Iniciativa Privada e a criar propostas no sentido de atrair mais investimento e desenvolvimento económico para Famalicão, tal como lutar pela liberdade dos Famalicenses. Desenvolver propostas na área da Juventude e Ambiente são também preocupações da estrutura local da Iniciativa Liberal, no sentido de marcar a diferença a nível autárquico para os próximos dois anos, procurando ser uma voz de oposição e uma alternativa viável para os eleitores de Vila Nova de Famalicão.

O Plenário serviu para eleger os dois órgãos constitutivos do Núcleo: a Mesa do Plenário e o Grupo de Coordenação Local (GCL). Foi ainda aprovado o Regulamento do Núcleo.

De assinalar que apenas uma lista se apresentou como candidata à Mesa, a Lista V, encabeçada por António Elias, tal como aconteceu na candidatura à liderança do GCL, a lista F, encabeçada por Carlos Figueiredo.

Foi ainda apresentado o Plano de Atividades e Orientação Política, proposto pela Lista F. Carlos Figueiredo, Farmacêutico de 56 anos, será o Presidente do Núcleo para um mandato de dois anos. O Grupo de Coordenação contará com outros seis membros.

A sessão contou ainda com presença e uma intervenção do antigo Presidente da Iniciativa Liberal, Carlos Guimarães Pinto.


Fonte e Imagens: IL

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.