Projetos empreendedores da ‘Sancho’, Pedome, ‘Benjamim Salgado’ e Gondifelos vencem principais prémios

Ensino | Escolas de Famalicão destacam-se no IN.AVE

Ensino | Escolas de Famalicão destacam-se no IN.AVE

Pub

 

 

Várias escolas de Vila Nova de Famalicão conseguiram o primeiro prémio nas diferentes categorias do Concurso de Ideias Empreendedoras IN.AVE, promovido pela Comunidade Inter-Municipal (CIM) do Ave. O Agrupamento de Escolas D. Sancho I destacou-se ainda mais ao vencer em 2 categorias.

Alunos, professores e escolas famalicenses estão de parabéns ao venceram em todas as categorias a concurso. Na categoria do 2º Ciclo, o vencedor foi o projeto Ecoponto das Emoções do Agrupamento de Escolas D. Sancho I que conquistou o 1º lugar. No 3º Ciclo, o Help School do Agrupamento de Escolas de Pedome conquistou o 1º lugar e o projeto Seniores na Horta do Agrupamento de Escolas de Gondifelos conquistou o 2º lugar. Por sua vez, na categoria do Ensino Secundário e Ensino Profissional, o projeto SANVO SANCHO do Agrupamento de Escolas D. Sancho I alcançou o 1º lugar e o projeto Agrotec do Agrupamento de Escolas Padre Benjamin Salgado conquistou o 2º lugar.

A concurso estiveram 33 projetos desenvolvidos pelos alunos dos 2.º 3.º ciclos de Ensino Básico e do Ensino Secundário da região do Ave.

Este ano, em virtude da situação de pandemia que vivemos, o Concurso de Ideias Empreendedoras IN.AVE realizou-se em registo on-line, tendo os trabalhos a concurso sido apresentados em vídeo. Apesar desta contrariedade ficou patente a satisfação e o empenho de todos os professores, alunos, equipa técnica e de consultoria que levaram a efeito este concurso.

Os alunos, professores e escolas de Famalicão estiveram também em evidência por terem apresentado 26 projetos a concurso perante um júri constituído por: João de Carvalho, da Universidade Portucalense; Elisete Martins, do Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia; e por José Porfírio, da Universidade Aberta.

O júri salientou a elevada qualidade, espírito colaborativo, preocupação com a sustentabilidade e vertente solidária de todos os projetos apresentados.

O Concurso de Ideias — desenvolvido pela CIM do Ave e entidade promotora do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE) — tem como objetivo geral sensibilizar e motivar os jovens para o desenvolvimento de práticas empreendedoras. Pretende-se que esta da promoção do espírito de iniciativa e dinamismo seja transversal a toda a rede concelhia da Região do Ave, com intuito de serem ativadas estratégias de educação para o empreendedorismo e cidadania.


Resultados

2º Ciclo
1º lugar – Ecoponto das emoções 2.º Ciclo – Agrupamento de Escolas D. Sancho I

3º Ciclo
1º lugar – Help school – Agrupamento de Escolas de Pedome
2º lugar – Seniores na Horta – EB 1,2,3 de Gondifelos
3º lugar – Detergentes Sustentáveis – Agrupamento de Escolas Cabeceiras de Basto

Secundário/Profissional
1º lugar – SANVO – Agrupamento de Escolas D. Sancho I
2º lugar – Agrotec – Agrupamento de Escolas Benjamim Salgado
3º lugar – Miúdos ensin@m miúdos_Aprender ensinando – Agrupamento de Escolas Cabeceiras de Basto

Os vídeos dos projetos apresentados podem ser consultados em

Fonte e Imagens: Município de Famalicão, Cim do Ave; Imagens: Cim do Ave

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.