Tiago Simães

Talento Made in Guimarães | Carolina Amaral

Talento Made in Guimarães | Carolina Amaral

Pub

 

 

A pessoa

Desde pequenina que a Carolina tinha a paixão nos olhos. Lembro-me de a ver em vários eventos de família e outras pequenas aparições em público. Era um vulcão que se destacava. Não podia vir a ser outra coisa na vida que não artista, todos o sabíamos. Não porque não pudesse – é daquelas pessoas que tem jeito para tudo -, mas porque nasceu para as artes.

Em tudo que faz, dá-se por inteiro. Profissional super competente e correcta, pessoa forte e de convicções marcadas, multi-talentosa e com uma capacidade reflexiva e emocional enorme.

O trabalho e a criação

Licenciada em Teatro pela ESMAE, frequentou a ESTC e prosseguiu estudos no CNSAD, Conservatoire National Supérieur d’Art Dramatique, em Paris.

Trabalhou com Beatriz Batarda, Marco Martins, Angélica Liddell, Nuno Cardoso, Miguel Loureiro, João Pedro Vaz, Fernanda Lapa, Sara Carinhas, Carlos J. Pessoa, Nuno Preto, Marcos Barbosa, tendo ainda colaborado com Claudia Castellucci na performance “Il Tratammento delle Onde”, Gisèle Vienne no work in Progress “Le Sacre du Printemps”, Christiane Jatahy na performance “Moving People” no contexto de Artista da Cidade 2018 e no âmbito da Union des Théâtres de L’Europe com Lydia Koniordou em “Antigone”, de Sófocles, no Teatro Antigo de Delfos.

Em cinema e televisão trabalhou com Margarida Gil, Edgar Pêra, Rodrigo Areias, Vicente Alves do Ó, Joaquim Leitão, Fernando Vendrell, Carlos Coelho da Silva, Henrique Oliveira e Marco Martins, entre muitos outros.

De maio a outubro de 2017 desenvolve o seu primeiro projeto artístico enquanto autora: “Stella Matutina”.

Tem-se afirmado a nível nacional como um dos grandes talentos do teatro e cinema da nova geração.

#talentomadeinguimaraes #carolinaamaral

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.