Iniciativa lançada no âmbito do compromisso de apoio à recuperação da economia portuguesa

Consumo | Iberdrola reduz preços em 50% aos pequenos consumidores

Consumo | Iberdrola reduz preços em 50% aos pequenos consumidores

Pub

 

 

No âmbito do compromisso com a recuparação da economia portuguesa no período pós-confinamento, a  líder global do setor energético Iberdrola acaba de anunciar “a redução em 50% do custo da electricidade durante os 6 primeiros meses de contrato“. Assinale-se que a principal produtora de energia eólica tem vindo a garantir o fornecimento de energia 100% verde aos segmentos residencial e de pequenos negócios.

Embora sem precedentes, esta iniciativa “surge na sequência de outras medidas de idêntico teor assumidas durante o período de confinamento, especialmente dirigidas a famílias e empresas, como as moratórias para o pagamento de faturas e a oferta de serviços gratuitos para os consumidores mais vulneráveis”.

Durante o período de confinamento, a Iberdrola, uma das maiores empresas de energia elétrica do mundo por capitalização de mercado, “protegeu emprego, continuou a contratar e manteve todos os seus planos de investimento em Portugal. Aumentou também as compras a fornecedores assim garantindo postos de trabalho e aumentar a actividade de empresas parceiras”.

A Iberdrola considera que “sem investimento não há crescimento e sem crescimento não haverá emprego”. Reassume, por isso, neste momento, o seu “compromisso com a economia portuguesa”, mantendo o investimento em infraestruturas e serviços – nomeadamente através do investimento que tem vindo a realizar no Sistema Eletroprodutor do Tâmega (SET), um dos maiores projetos hidroelétricos na Europa, nos últimos 25 anos, contemplando investimento de 1.500 milhões de euros e da responsabilidade da Iberdrola, projeto este bastante contestado por diversos grupos ativistas de defesa do ambiente,  e num conjunto de investimentos em projetos eólicos complementares -, mas sobretudo apoiando os seus consumidores que, atualmente, são cerca de 800.000 em Portugal e quase 100 milhões a nível mundial.

A redução de 50% sobre o termo da energia para estes consumidores estará em vigor até 31 de Julho. As condições podem ser consultadas no site da Iberdrola e estão disponíveis através de 3 diferentes planos: Casa Iberdrola, Casa Noite e Casa Gás.

 

Fontes: Iberdrola, Eco; Imagem: VN

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Economia, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.