Cartaz 2020 apresenta dobro dos concertos e Noiserv, Márcia e Samuel Úria como nomes maiores de uma lista recheada de projetos estimulantes

Festival | Devesa Sunset regressa em sextas de verão com boa música ao pôr-do-sol

Festival | Devesa Sunset regressa em sextas de verão com boa música ao pôr-do-sol

Pub

 

 

A catalã Sílvia Pérez Cruz, Noiserv, Samuel Úria e Márcia são alguns dos nomes que compõem o cartaz do Devesa Sunset, uma iniciativa cultural promovida pela autarquia de Vila Nova de Famalicão que este ano está inserida no programa de Verão “Anima-te” e vai contar não com um, mas com dois meses de concertos ao pôr do sol.

Nos meses de julho e agosto os famalicenses vão poder entrar no fim-de-semana de forma descontraída ao som de boa música e com o pôr-do-sol e o verde do Parque da Devesa como cenário.

O arranque da iniciativa está marcado para o dia 10 de julho, com um concerto de Noiserv, nome de palco de David Santos e um dos mais criativos e estimulantes projectos musicais surgidos em Portugal nos últimos anos.

Uma semana depois, no dia 17, é a vez da voz de Márcia se fazer ouvir no palco do Devesa Sunset, num concerto que marca o regresso da cantora e compositora portuguesa a Famalicão.

No dia 24 de julho, o cantor e compositor Janeiro traz até ao Devesa Sunset o seu segundo álbum de originais “Com Tempo, Sem Tempo”.

Quem também tem novo álbum na calha é o músico Benjamim, a quem caberá encerrar o mês de julho do Devesa Sunset, com um concerto marcado para o dia 31.

O mês de agosto arranca com um concerto, no dia 7, de Edu Mundo, músico conhecido de projetos como Souls of Fire ou Terrakota, mas também por ter composto para António Zambujo e Ana Moura.

Dia 14, o Devesa Sunset recebe a cantora catalã Sílvia Pérez Cruz, num concerto onde apresentará o seu último projeto – “Farsa” – que a artista criou a partir de conversas com outras disciplinas artísticas como o teatro, o cinema, a dança, a poesia, a pintura ou o cinema de animação. Esta não é a primeira vez que Sílvia Pérez Cruz se apresenta em Portugal e até já colaborou com artistas como o pianista Júlio Resende e os cantores António Zambujo e Salvador Sobral, entre outros.

André Júlio Turquesa sobe ao palco do Devesa Sunset no dia 21 de agosto para apresentar o seu primeiro disco a solo – “Orgônio” – editado pela portuense Planalto Records. Um disco que se pressente como um álbum de viagens, de travessias por terras e personagens.

O encerramento da edição deste ano da iniciativa estará a cargo do músico Samuel Úria, com o último concerto da edição de 2020 a acontecer no dia 28 de agosto.

Refira-se ainda que este ano, o Devesa Sunset está inserido no “Anima-te”, o programa de Verão promovido pela autarquia para os meses de julho, agosto e setembro.

Os concertos decorrerão às 19h00, junto ao lago do parque, numa área limitada, com assistência condicionada às condições impostas pela Direção-Geral da Saúde. A entrada é livre, mas sujeita ao levantamento obrigatório de ingresso. Os ingressos poderão ser levantados na bilheteira no período das 3 horas que antecedem o evento.

Fonte e Imagem: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.