Nomeação ombreia com rivais fortíssimos dos concelhos de Barcelos, Braga e Póvoa de Lanhoso

Artesanato | Lenços de Namorados de Vila Verde entre os finalistas regionais das 7 Maravilhas da Cultura Popular

Artesanato | Lenços de Namorados de Vila Verde entre os finalistas regionais das 7 Maravilhas da Cultura Popular

Pub

 

 

Os Lenços de Namorados são um dos sete nomeados do Distrito de Braga para maravilha da cultura popular. Num total de 7 Patrimónios por distrito ou região autónoma, o concurso pretende eleger as sete maravilhas portuguesas nesta área.

Com o objetivo de promover a identidade nacional, celebrando a cultura portuguesa e a sua autenticidade, foram dados a conhecer os 140 candidatos às “7 Maravilhas da Cultura Popular“, num evento transmitido em direto pela RTP, apresentado por José Carlos Malato e Vanessa Oliveira, entre os quais se encontram os Lenços de Namorados,

No site oficial das sete maravilhas da cultura popular é dito que “os Lenços de Namorados, hoje, são das peças de artesanato português mais reconhecidas pelo público em todo o país. Destaca-se o papel revitalizador das iniciativas levadas a cabo no concelho de Vila Verde, nos anos 80, em ações de recolha, preservação, valorização e divulgação deste património da cultura popular minhota” acrescentando que “paulatinamente e de forma natural assistiu-se à integração dos Lenços de Namorados na imagem de marca do concelho de Vila Verde, conferindo-lhe o estatuto de “capital dos Lenços de Namorados”.

Naquela que é já a 9.ª edição das Maravilhas de Portugal, foram recebidas ao todo 504 candidaturas, que foram avaliadas pelo Conselho Científico, composto por sete elementos de cada um dos 18 distritos e dois das regiões autónomas. Um painel de especialistas elegeu sete patrimónios de cada região, o que corresponde a um total de 140 finalistas — que participarão nas respetivas eliminatórias regionais, a 4.ª fase do concurso.

Júlia Fernandes, a Vereadora da Cultura do Município de Vila Verde, mostrou-se muito satisfeita com esta nomeação. “Esta será uma oportunidade extraordinária de promover o nosso património e de valorizar o nosso concelho enquanto epicentro desta genuína tradição minhota que nos fala de amor, de sentimentos e de afetos que está na base da marca Namorar Portugal.”

As 20 finais regionais correspondem a 20 programas em direto, a transmitir no mês de julho, a partir dos municípios mais pequenos que estiverem a concurso, onde serão diretamente apurados os 20 vencedores, através do maior número de votos populares.

Segue-se um programa de repescagem, a realizar no dia 16 de Agosto, onde o voto popular decidirá quais os 8 repescados, a partir dos 20 segundos classificados nas finais regionais. Estes 28 semi-finalistas serão distribuídos por critérios de proximidade geográfica, em duas semi-finais, que irão apurar os 14 finalistas, a realizar nos dias 23 e 30 de Agosto. A 05 de Setembro será efetuada a Declaração Oficial das 7 Maravilhas da Cultura Popular®, no prime-time da RTP.

Para lá dos Lenços de Namorados, no Distrito de Braga estão ainda nomeados a Banda Plástica, a Lenda do Galo e o Figurado de Barcelos, o S. João e os Gigantones e Cabeçudos de Braga e a Filigrana da Póvoa de Lanhoso.

Fonte: Município de Vila Verde; Imagens: Namorar Portugal

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.