Em 2020 valores poderão ainda ser mais baixos

Ambiente | Portugal só recicla 15% do plástico

Ambiente | Portugal só recicla 15% do plástico

Pub

 

 

Apesar de saberem que é uma necessidade indispensável para vivermos num planeta melhor, os portugueses têm-se mostrado pouco adeptos da reciclagem.

Depois de, ainda em 2018, a ZERO ter denunciado que Portugal apenas estava a reciclar 12% dos plásticos que compõem os resíduos urbanos, e ter sido contrariada pelo Governo com a indicação de que tais valores rondariam os 44%, os dados oficiais agora revelados pela Agência Portuguesa do Ambiente mostram que, de facto, esses valores se encontravam muito próximos da realidade, uma vez que essa taxa foi, na verdade, apenas de 15%.

Com efeito, segundo os dados fornecidos à ZERO, em 2018 foram parar aos resíduos das nossas casas 478 mil toneladas de embalagens de plástico, das quais, de acordo com a Sociedade Ponto Verde (2), apenas 72 mil foram recicladas, o que corresponde a uma taxa de reciclagem de 15%.

Naquela altura, cada português produzia, em média, 40 quilogramas de resíduos por mês. Por essa razão, o especialista Rui Berkemeier, da ZERO, queixava-se, no Diário de Notícias, já em 2018, que “os esforços e investimentos que têm vindo a ser feitos no sentido do aumento da deposição seletiva não têm tido os devidos reflexos nos comportamentos da população“. Será, assim, muito difícil que Portugal seja capaz de atingir as metas estipuladas pela União Europeia, que quer que daqui a 10 anos as embalagens sejam já todas recicladas ou reutilizadas.

Os dados são preocupantes, mais a mais porque a Sociedade Ponto Verde deu já indicações de que a reciclagem pode vir a abrandar em 2020, decorrente da fase de pandemia Covid-19 que o país, e todo o mundo, atravessa, revela Bárbara Silva no Eco – Economia Online. Segundo o Ministério do Ambiente, “é expectável ou possível que possa haver um reajuste da trajetória referente ao cumprimento de metas determinadas aos vários Estados-Membros“.

No entanto, a entidade gestora de resíduos de embalagens Sociedade Ponto Verde assinalou que se deu um crescimento de 10% na recolha seletiva de embalagens em 2019, por comparação com 2018. No ano passado foram assim encaminhadas para reciclagem mais de 388 mil toneladas de resíduos, com o crescimento de no plástico a atingir cerca de 5%.

Fontes: ZERO, DN, ECO; Imagens: Sociedade Ponto Verde

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.