Navio-hospital recebe visitas com toda a segurança garantida pelo selo ‘Clean & Safe’

Museus | Gil Eannes reabre as suas portas

Museus | Gil Eannes reabre as suas portas

Pub

 

 

O navio-museu Gil Eannes reabre ao público os seus portalós amanhã, 2 de junho, depois de dois meses e meio de encerramento ao público. A reabertura ao público do Gil Eannes conta com uma certificação pelo selo Clean & Safe, atribuída pelo Turismo de Portugal, pelo que está preparado para receber a “tripulação de visitantes” com toda a segurança e cuidados exigidos pela Direção-Geral da Saúde.

A Fundação Gil Eannes, administradora do Museu, aproveitou o encerramento desde meados de março para reabilitar alguns espaços, como a sala de tratamentos, o consultório médico, o Raio-X, o portão da entrada, os halls, tendo ainda melhorado as condições de iluminação e segurança.

Visitas de grupo suspensas

O navio poderá ser visitado de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30, sendo o horário mais reduzido em relação ao habitual para permitir a higienização e as limpezas gerais. Embora as visitas de grupo se encontrem suspensas, famílias e outros visitantes poderão usufruir do prazer de uma visita inesquecível uma vez que a lotação total é de 45 pessoas.

Na apresentação do Programa de Reabertura do navio-museu, o vice-presidente da Fundação, João Lomba da Costa, assumiu que “esta reabertura é muito especial, porque a razão de ser do navio é ser visto e visitado”.

José Maria Costa, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, também Presidente da Fundação Gil Eannes, considerou que o navio “está em Viana do Castelo, mas assume-se como património nacional e até mundial por tudo aquilo que faz”, destacando a promoção da cultura marítima, a reabilitação dos espaços disponíveis a bordo, a dinamização de diversas atividades ligadas à faina, ao mar e ao rio, e a uma comunidade desde sempre ligada à pesca.

“O navio é uma referência e um vínculo importante do saber fazer, da cidade enquanto centro de competências que sempre foi em termos de construção naval”, considerou José Maria Costa. Por isso, reconhece que ter de fechar as portas do navio “foi um ato doloroso para todos nós, porque ficamos impedidos de mostrar e preservar a nossa memória e história”.

Agora, o edil diz que o navio está a cumprir todas as normas e garante as condições de segurança para acolher os visitantes “que fazem parte da nossa grande tripulação, composta pelos nossos colaboradores”. Para acederem ao navio, os visitantes terão de usar máscara e serão disponibilizadas luvas descartáveis na bilheteira.

O Presidente da Câmara Municipal vianesa agradeceu ainda a todas as empresas e entidades que, num momento de dificuldade para a Fundação Gil Eannes, “foram sensíveis e solidárias” e adquiriram publicações variadas e bilhetes para visitas, para além de terem oferecido donativos ou serviços para a reabilitação do navio.

Fonte: Município de Viana do Castelo; Imagens: Gil Eannes, Município de Viana do Castelo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.