ABAE atribui galardão a 360 praias portuguesas

Balnear | Espraiar-se em 8 praias de Bandeira Azul em Viana do Castelo

Balnear | Espraiar-se em 8 praias de Bandeira Azul em Viana do Castelo

Pub

 

 

Viana do Castelo vai voltar a hastear a Bandeira Azul em 8 praias do concelho. Este ano, as praias contempladas com o galardão da Associação Bandeira Azul da Europa voltam a ser Arda (Mariana), Afife, Paçô, Carreço, Praia Norte, Cabedelo, Amorosa e Castelo de Neiva.

O Município de Viana do Castelo está a preparar, em conjunto com a Capitania de Viana do Castelo, a ARH Norte – Administração da Região Hidrográfica do Norte, APA – Agência Portuguesa do Ambiente e as autoridades de saúde, a próxima época balnear, com todas as condições de higiene e segurança.

Ontem, no Dia do Mar e da Marinha Portuguesa, no Aquário Vasco da Gama, a Associação Bandeira Azul da Europa anunciou 360 praias, 18 Portos de Recreio/Marinas e 9 Embarcações Ecoturísticas galardoadas com Bandeira Azul pelo Júri Internacional em 2020, o que significa um aumento de 9 Bandeiras Azuis em relação a 2019. Assim, durante a próxima época balnear vão poder hastear uma Bandeira Azul mais 5 praias costeiras, 3 praias fluviais e 1 marina.   Estes resultados fazem com que Portugal, entre os 47 países que desenvolvem o Programa Bandeira Azul, se mantenha no primeiro lugar no que diz respeito à percentagem de praias galardoadas, face ao total de designadas do país.

Em ano atípico, além de repensar os usos da orla costeira, a ABAE salienta que “temos o dever de continuar o trabalho de Educação Ambiental para a sustentabilidade”. Esta prática, “com de mais de 30 anos (…) encontra nesta pandemia um enorme desafio no que respeita às zonas balneares, criando as condições para podermos continuar a disfrutar das nossas praias de uma forma segura e sustentada.

Em 2020, estamos “De volta ao Mar, Com Atitude de Mudar”: mudar a forma como nos relacionamos com o Mar e com os outros; mudar a forma como usufruímos da praia; mudar a forma como nos comportamos social e ambientalmente”, salienta .

O Programa Bandeira Azul é um programa de educação para o desenvolvimento sustentável, promovido em Portugal pela Associação Bandeira Azul da Europa, secção portuguesa da Fundação para a Educação Ambiental. Ontem, a ABAE aproveitou a ocasião e lançou também um novo desafio às escolas, através de uma iniciativa de sensibilização da comunidade em geral e de cada um em particular sob os lemas “O Mar Começa Aqui – O Mar Começa em Ti!”.

Este galardão tem como objetivo educar para o desenvolvimento sustentável em praias costeiras, fluviais e lacustre, portes de recreio e marinas e embarcações de recreio e ecoturísticas que se candidatem e cumpram um conjunto de critérios relacionados com Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água Balnear, Gestão Ambiental, Segurança e Serviços, Responsabilidade Social e Envolvimento Comunitário.

A Bandeira Azul é um símbolo de qualidade que distingue o esforço de diversas entidades em tornar possível a coexistência do desenvolvimento local a par do respeito pelo ambiente, elevando o grau de consciencialização dos cidadãos em geral, dos decisores em particular, para a necessidade de se proteger o ambiente marinho, costeiro e lacustre.

Fonte: Município de Viana do Castelo, ABAE; Imagens: (0) Praia da Amorosa, (1) Jaime C Pereira

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.