Espectador confronta-se com pluralidade de universos e de questões estéticas, políticas e poéticas

Exposição | ‘Mesa dos Sonhos’ convoca O’ Neill para dar novas vidas ao sonho no Forum Arte Braga

Exposição | ‘Mesa dos Sonhos’ convoca O’ Neill para dar novas vidas ao sonho no Forum Arte Braga

Pub

 

 

A galeria de arte Forum Arte Braga inaugurou esta terça-feira, 19 de maio, a primeira exposição do 2020. Com curadoria de João Silvério, a exposição ‘Mesa dos Sonhos – Duas coleções de Arte Contemporânea‘ reúne cerca de 30 obras da Coleção de Serralves e da Coleção da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD).

‘Ao lado do homem vou crescendo

Defendo-me da morte quando dou
Meu corpo ao seu desejo violento
E lhe devoro o corpo lentamente

Mesa dos sonhos no meu corpo vivem
Todas as formas e começam
Todas as vidas

Ao lado do homem vou crescendo

E defendo-me da morte povoando
De novos sonhos a vida’

A exposição resgata para o seu título um poema de Alexandre O’Neill, reconhecido poeta e artista visual, e parte da mesa enquanto metáfora e realidade vivida — um lugar de encontro, de confronto, de comunhão, de deriva, e também espaço social, seja na intimidade da casa ou num espaço aberto e partilhado como o espaço público.

Mesa dos sonhos” não pretende fixar-se num único meio de expressão artística, mas estabelecer diálogos e confrontos entre diferentes modos de produção e de pensamento. Através do diálogo entre as duas coleções, o espectador é convocado para uma pluralidade de universos e de questões estéticas, políticas e poéticas.

Embora as duas coleções tenham perfis e dimensões diferentes, aproximam-se e complementam-se exemplarmente: a Coleção da FLAD tem um acervo de desenho considerável de artistas portugueses, que a Coleção de Serralves, muito rica no mesmo período (anos 1960–2000), vem contextualizar internacionalmente.

A inauguração da exposição contou com a presença de Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga e da InvestBraga, de Carlos Silva, Administrador Executivo da InvestBraga, de Ana Pinto, Presidente da Fundação de Serralves, e de Rita Faden, Presidente da FLAD (Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento). João Silvério, curador da exposição esteve também presente, assim como os curadores desta Galeria, Guilherme Braga da Cruz e Duarte Sequeira.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e do Conselho de Administração da InvestBraga, “o programa de exposições para o Forum Arte Braga reflete os objetivos da galeria desde a sua abertura. Um espaço aberto ao mundo e onde cabem todas as formas e expressões artísticas. Um espaço que alarga e engrandece a oferta cultural de Braga, uma cidade bimilenar com um património único”.

A exposição poderá ser visitada gratuitamente, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, e aos Sábados e Domingos, de acordo com o horário de funcionamento. Os visitantes deverão cumprir todas as regras de distanciamento social e cuidados higiénicos no localdefinidas pela Direção Geral de Saúde (DGS) e pelo Altice Forum Braga.

Recorde-se que esta galeria de arte contemporânea é uma iniciativa da InvestBraga que tem como missão exibir artistas portugueses e internacionais num contexto favorável ao diálogo crítico e à polinização cruzada.

Fonte e Imagens: FAB

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categories: Agenda, Arte

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.