Nintendo lança 51 Worldwide Games para entreter o verão em família

Videojogos | Clássicos de tabuleiro mundiais onde e quando quiser

Videojogos | Clássicos de tabuleiro mundiais onde e quando quiser

Pub

 

 

Por muito que os jogos de vídeo nos telefones e computadores estejam cada vez mais na moda entre os jovens, quando chega a altura de diversão a sério os jogos de tabuleiro continuam imbatíveis. É sabido que um universo recente de propostas de estratégia tem vindo a desviar jogadores dos suportes digitais para os tabuleiros. Surgiram mesmo associações e encontros regulares de entusiastas e até espaços noturnos onde os jogos de tabuleiro são um motivo para sair de casa, como é o caso do Augusta Con, em Braga.

Por essa razão, as empresas de videogames têm apostado, nos últimos tempos, em criar propostas que façam esses utilizadores regressar às plataformas digitais. É o caso da Nintendo que, a partir de 5 de junho, embora esteja já disponível para download antecipado na Nintendo eShop. A Nintendo propõe aqui um novo pacote de “jogos intemporais” intitulado 51 Worldwide Games. Este inclui desde jogos de tabuleiro antigos a clássicos modernos. A coleção inclui jogos que moldaram culturas em todo o mundo.

Para aqueles que não estejam familiarizados com as regras dos jogos, pequenas apresentações narradas guiam os utilizadores através das noções básicas. No caso dos jogos mais complexos, existem tutoriais passo a passo. Será também interessante descobrir curiosidades sobre cada jogo, como por exemplo, o facto de o termo “ringue” de boxe ter surgido em situação de agrupamento de pessoas em círculo, de mãos dadas.

O vídeo de apresentação mostra a grande variedade de tipos de jogos que podem ser partilhados com amigos localmente ou online, mediante subscrição do respetivo serviço.

Até quatro jogadores podem ligar consolas entre si para competirem em clássicos como Texas Hold ’em, através de uma ligação online, jogar com amigos ou serem agrupados com rivais de qualquer parte do mundo.

No modo Mosaic podem ligar-se até quatro consolas através de comunicação local e alinhá-las para formar uma área de jogo de grandes dimensões. É possível organizá-las de diferentes formas e descobrir um mundo de possibilidades.

 

Fonte e Imagens: Nintendo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.