Reencontrar famílias e ajudar a recuperar a economia são motivos mais do que suficientes para que emigrantes sejam bem-vindos

Férias | Emigrantes podem vir passar férias a Portugal

Férias | Emigrantes podem vir passar férias a Portugal

Pub

 

 

Ontem, 8 de maio, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português veio a público emitir uma nota informativa considerando infundadas as notícias recentes relacionadas com proibições ou limitações à vinda de emigrantes no Verão, a Portugal, em particular para quem reside na Europa.

“O objetivo do Governo é que os emigrantes possam vir a Portugal no Verão para reencontrar as suas famílias e, como sempre têm feito, apoiar na recuperação da economia“, se outros motivos não houvesse.

Lembrando que, no caso particular dos portugueses emigrados em países europeus, “o espaço aéreo dentro da Europa permanece aberto“, o Governo refere ser “expectável o gradual reforço das ligações aéreas no continente”.

Em simultâneo, o Governo está a trabalhar para assegurar que, em qualquer cenário de evolução da situação na fronteira terrestre, venha a ser possível aos portugueses residentes no estrangeiro e com outra residência ou familiares em Portugal se desloquem ao nosso país no período de férias de Verão.

Fonte: Governo; Imagens: (0) Portugal Amo-te, (1) Blogue do Minho

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.