Obrigações legais determinam encerramento temporário de resposta social

Famílias | ADCL mantém suspensão de comparticipações familiares no Centro de Atividades de Tempos Livres

Famílias | ADCL mantém suspensão de comparticipações familiares no Centro de Atividades de Tempos Livres

Pub

 

 

A Direção da Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais (ADCL), de S. Torcato, em Guimarães, decidiu prolongar a isenção da comparticipação familiar no Centro de Atividades de Tempos (CATL), uma vez que o mesmo se manterá encerrado durante todo o mês de maio de 2020, devido à pandemia de Covid-19, tal como aconteceu em abril.

A situação pandémica da Covid-19 determina obrigações legais que tornam impossível a frequência do serviço a crianças e jovens, bem como a obrigatoriedade do encerramento da resposta social.

Oportunamente a Direção da instituição procederá a uma reavaliação destas circunstâncias, no sentido de decidir a eventual reabertura e funcionamento do CATL face à situação de crise e das obrigações legais que daí decorrem.

O Centro de Atividades de Tempos Livres (CATL) da ADCL encontra-se encerrado para as atividades presenciais desde 16 de março de 2020. Todavia mantém atividade ajustando-se à situação de pandemia da Covid-19 e, sobretudo, às necessidades das crianças e jovens e das suas famílias.

A partir dos contactos com as famílias, o ADCL procura avaliar a situação e garantir, sempre que necessário, as respostas necessárias ao bem-estar das crianças, das famílias e os recursos necessários à aprendizagem, nomeadamente, ainda que de forma não exclusiva, disponibilizando recursos informativos e técnicos para apoio às atividades letivas e disponibilizando material escolar e apoio ao estudo (por telefone, skype e em casos absolutamente necessários presencial) e para esclarecimento de dúvidas.

Fonte e Imagem: ADCL

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

 

Pub

Categorias: Local, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.