Ricardo Rio: [Queremos] Uma Europa onde a força de todos será a força do seu conjunto

Diplomacia | Em Dia da Europa, Ricardo Rio testemunha crença na afirmação do continente

Diplomacia | Em Dia da Europa, Ricardo Rio testemunha crença na afirmação do continente

 

 

Para fazer face à crise actual, Ricardo Rio pretende uma Europa “aberta, dinâmica e arrojada, capaz de construir novos objectivos e novos projectos dentro do seu próprio espaço da União, mas também da sua afirmação no mundo“. No dia em que se assinala o Dia da Europa, o presidente da Câmara Municipal de Braga deu o seu testemunho que foi solicitado e partilhado pela Representação da Comissão Europeia em Portugal.

Na sua declaração, Ricardo Rio analisa o contexto europeu no pós-Covid. Acredita que com o eclodir desta pandemia, nenhum dos objectivos da Europa ficará esquecido e, antes pelo contrário, o projecto europeu sairá ainda mais valorizado.

“Será importante voltar a catalisar a ligação entre aqueles que compõem este espaço comum. Estes milhões e milhões de cidadãos que têm ideais partilhados, que têm objectivos definidos em conjunto e que têm consciência que é na articulação entre todos que o nosso futuro pode ser mais auspicioso”, sustenta Ricardo Rio.

Para o Autarca, o futuro europeu após a pandemia “terá forçosamente que ser assente na inovação, na aposta na prosperidade económica, no estreitar de laços entre os vários Estados-membros, numa responsabilidade solidária entre eles próprios e para com terceiros”, defende Ricardo Rio, acrescentando que é importante a Europa volte a assumir essa mesma dimensão global.

Pensar global, agir local

E é nessa dimensão globalizada e agregadora em torno de objectivos comuns que, segundo o presidente Bracarense, reside a maior robustez do projecto europeu. “Uma dimensão que parte da força da diferença entre cada um dos seus espaços, dos seus agentes, mas que, obviamente, construa pilares de um projecto comum. Aí, será ainda mais importante valorizar aqueles que são os agentes de proximidade, aqueles que têm capacidade de concretizar esses objectivos junto de cada uma das comunidades e dos seus territórios”, refere Ricardo Rio, sublinhando que neste contexto as regiões, as cidades e as autoridades locais “devem particularmente ter um peso acrescido naquilo que é a Europa do futuro”.

Uma Europa que só fará sentido “se cada um desses valores forem respeitados e se cada uma das suas premissas forem incutidas na acção europeia conjunta e em vez de olharmos para aquilo que são os egoísmos e as perspectivas umbiguistas de cada um dos seus Estados-membros, possamos olhar para uma Europa em que a força de todos é a força do seu conjunto”, aponta Ricardo Rio, defendendo que “é nessa Europa que eu acredito, é para essa Europa que eu quero continuar a trabalhar”.

A cidade de Braga associa-se às comemorações do Dia da Europa, efeméride que hoje se assinala. Uma data que destaca a união e solidariedade que ultrapassam as fronteiras de cada país, especialmente em tempos de crise global como a que estamos a viver, devido à pandemia da Covid-19.

Fonte e Imagem: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Categories: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.