Reconhecimento de todo o esforço na promoção da modalidade

Equipa de futebol feminino do FC Famalicão sobe de divisão

Equipa de futebol feminino do FC Famalicão sobe de divisão

Pub

 

 

Depois de uma época brilhante, só com vitórias e um impressionante registo de golos marcados, a equipa de futebol feminino do Futebol Clube de Famalicão viu fazer-se justiça, com a decisão anunciada, esta quartafeira, pela Federação Portuguesa de Futebol de promoção das oito equipas
vencedoras das séries da primeira fase da II Divisão Nacional de futebol feminino à Liga BPI, principal escalão nacional.

“Fez-se justiça e outra coisa não seria de esperar, depois de todo o percurso que fizemos na temporada” diz Jorge Silva. “Desde o início que traçamos a subida de divisão como objetivo e nem a interrupção dos campeonatos nos retirou essa expectativa. Fizemo-lo notar junto da Federação Portuguesa de Futebol e esta decisão hoje anunciada é um reconhecimento a todo o esforço que fizemos na promoção do futebol feminino no clube”, acrescenta o presidente do FC Famalicão.

“O mais importante neste projeto foi a forma como o clube olhou para o futebol feminino, com uma confiança de toda a estrutura e na figura do presidente, que sempre nos deram condições para realizar este trabalho”, diz o treinador João Marques. Consequência disto, o treinador acrescenta
que a decisão é um premio pelo trabalho da equipa. “A decisão administrativa acabou por reconhecer, não da forma como queríamos, o trabalho que fizemos, mas dentro de campo, em todos os jogos, demonstrámos ser a melhor equipa do escalão e temos a firme convicção de que este seria o desfecho se o campeonato fosse levado até ao fim”.

Na próxima temporada o principal escalão do futebol feminino vai ter 20 equipas, divididas numa primeira fase em duas séries de 10 equipas a norte e 10 a sul. A decisão da FPF foi comunicada oficialmente ao início da tarde desta quarta-feira, num comunicado onde se explica o alargamento de 12 para 20 equipas como forma de “sustentação e crescimento através do incentivo a melhores recursos humanos nos clubes com equipas femininas.

Numa fase particularmente crítica, em que está em risco o que foi conseguido no setor nos últimos 5 anos, seria importante que a FPF conseguisse auxiliar mais clubes como forma de manter o número de praticantes e a competitividade da prova e das seleções nacionais” pode ler-se no comunicado.
Jorge Silva acrescenta que agora “é tempo celebrar de forma contida pelas circunstâncias, mas também de olhar o futuro e preparar a nova temporada, que terá nova exigência mas à qual saberemos dar resposta com vitórias e alegrias a todos os famalicenses”.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página - finanças - europa - prr - joão leão - primeiro pagamento

 

Fonte e Imagem: FCF

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Desporto, Famalicão, Futebol

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.