Relações laborais são “problemas nossos” em busca de uma sociedade cada vez mais justa

Trabalho | 1º de Maio: ‘Solidariedade, Responsabilidade, Compromisso’, lembra PS Famalicão

Trabalho | 1º de Maio: ‘Solidariedade, Responsabilidade, Compromisso’, lembra PS Famalicão

Pub

 

 

O Dia Internacional do Trabalhador, celebrado a 1 de Maio de cada ano, é “o dia que representa as conquistas conseguidas por homens e mulheres que ousaram lutar por um trabalho digno. Que exigiram, com as suas lutas, a melhoria das condições de trabalho. Homens e mulheres que fizeram da sua luta, uma luta coletiva”, destaca a Concelhia de Vila Nova de Famalicão do Partido Socialista sobre as celebrações da data.

Solidariedade, Responsabilidade, Compromisso – devem ser assumidos como pilares fundamentais de uma relação laboral centrada no respeito, na valorização, na equidade e na dignidade” são, por isso, “valores que se revelam essenciais no tempo presente”.

Problemas nossos!“, consideram Eduardo Oliveira e demais equipa dirigente do PS famalicense, reforçando a atualidade da problemática ‘trabalho’ nos tempos contemporâneos. “Por isso, assumimos a nossa solidariedade, a nossa responsabilidade, o nosso compromisso, pela construção de uma sociedade cada vez mais justa”.

Embora o 1.º de Maio seja “um dia de celebração, no qual devemos lembrar as conquistas alcançadas, é, também, um dia em que não devemos e não podemos esquecer que outros desafios laborais surgem”, acrescenta a estrutura política socialista local, o que impõe “uma vigilância atenta e uma ação permanente, permitindo-nos enfrentar a realidade com determinação e sem corrermos o risco de retrocedermos nas conquistas alcançadas”.

Lembrando que “a realidade de hoje é muito diferente da que foi vivenciada há 134 anos”, o PS Famalicão assinala que “a visão e o entendimento dos trabalhadores sobre o seu trabalho é, hoje, necessariamente diferente. Mas nem por isso, menos importante”.

“Ainda há um caminho a percorrer [para continuar a fazer progredir as relações laborais] – eliminar as diferenças salariais entre homens e mulheres, promover a equidade de género, conciliar a vida profissional, familiar e pessoal, são algumas das áreas de intervenção”, alega o partido, referindo ser testemunha destas transformações e ciente também do papel histórico que tem desempenhado nas mesmas.

Fonte e Imagem: PS

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.