Na área da moda, grupo empresarial detém volume de negócios de cerca de 400 milhões de euros

ITV | Sonae passa a deter a totalidade da Salsa Jeans

ITV | Sonae passa a deter a totalidade da Salsa Jeans

Pub

 

 

A Sonae anunciou a aquisição da metade de capital que lhe faltava para controlar a Salsa Jeans a totalidade da empresa, divulgou O Jornal Económico. A Salsa é uma marca portuguesa de jeans, com sede industrial em Ribeirão, Vila Nova de Famalicão. A Sonae tinha já comprado metade do capital a Filipe Vila Nova e à sua família, em maio de 2016. A Sonae detinha já a gestão da empresa sob seu controlo.

O negócio, agora comunicado à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários – CMVM mas que a imprensa havia adiantado em setembro do ano passado, aguarda a aprovação da Autoridade da Concorrência.

Criada em 1994, a Salsa é uma marca portuguesa de jeanswear, com presença destacada no mercado internacional e que é comummente reconhecida pelo desenvolvimento de produtos inovadores e pelo seu espírito empreendedor. “Sendo uma empresa verdadeiramente internacional, os seus produtos podem ser encontrados em mais de 35 países e mais de 60% do seu volume de negócios tem origem em mercados internacionais”.

Em 2019, a empresa registou vendas a clientes finais superiores a 200 milhões de euros, refere o T-Jornal, publicação especializada da ATP.

O T-Jornal recorda: “A nomeação, no início do ano passado, de José António Ramos para CEO da Salsa foi o penúltimo passo para a Sonae assumir o controlo total da marca portuguesa de denim. Filipe Vila Nova foi um dos três fundadores da Salsa. Em 2008, a família decidiu separar-se: Filipe comprou as posições dos irmãos e estes, Beatriz e António, ressuscitaram a Tiffosi. “Não tínhamos dimensão nem músculo financeiro para nos internacionalizarmos ao ritmo que ambicionamos”, afirmou Filipe Vila Nova em 2016, explicando as razões para ter estabelecido a parceria com a Sonae com a venda de metade da  Salsa”.

Na área da moda, a Sonae (de cujo portefólio constam marcas como a Zippy, Mo e Deeply, além da Salsa) atingiu no ano passado um volume de negócios próximo dos 395 milhões de euros, um aumento em termos homólogos de 4,9%. O EBITDA – Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization, isto é, em português, “lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”- subjacente também seguiu uma tendência positiva, melhorando 5,8 milhões de euros em termos homólogos, atingindo 41,4 milhões no final de 2019, com uma margem de 10,5%, mais 1 ponto percentual face a 2018.

Fontes: Sonae, O Jornal Económico, T-Jornal, BTG Pactual

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.