Plebiscito marcado para janeiro de 2021

Eleições | José Lourenço candidato a Presidente da República

Eleições | José Lourenço candidato a Presidente da República

Pub

 

 

‘Olá, Mundo’

Sem pompa, mas com circunstância, assim se anuncia José Lourenço, o candidato que quer ser o primeiro a apresentar a lista de assinaturas que formaliza a candidatura às próximas eleições à Presidência da República.

A candidatura foi anunciada, num momento em que o país vive em quarentena, através do lançamento de uma página facebook, a 1 de abril, e descreve-se como uma candidatura ‘espontânea e independente’. Depois de durante anos ter defendido a ideia de que uma candidatura como a sua deveria ser apresentada, na ausência de outros candidatos, José Lourenço tomou a iniciativa. “Temos um candidato a presidente cujo objetivo é propor uma nova forma de fazer democracia: Democracia Participativa, Democracia Direta”.

José Lourenço, natural de Barcelos e aí residente, ainda não começou a recolher assinaturas, mas recolhe já alguns apoios, mormente e em especial entre os seus amigos da cidade donde é natural, mas também entre frequentadores das redes sociais. Outros há também, que nessas mesmas redes, se manifestam contra a oportunidade do momento – dada a atual pandemia em que vivemos -, mas também o conjunto de ideias propostas. Democracia é assim mesmo.

Embora já tenha linhas mestras de orientação, o candidato propõe discutir o programa em plataforma própria criada para o efeito. Desde sempre defensor de linhas políticas de esquerda alternativa, José Lourenço afirma-se preparado para ser “o timoneiro deste cantinho plantado à beira-mar”. E conclui: “Conheço a constituição. Vou-me preparar para que a mesma seja escrupulosamente respeitada”.

Obs: Este artigo foi editado em 11042020, 23h03, corrigindo informação prévia sobre primazia de candidatura de José Lourenço.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.