Colheita histórica apresenta vinhos com grande potencial de envelhecimento

Consumo | Ferreira, Sandeman e Offley: vinhos do Porto Vintage 2018

Consumo | Ferreira, Sandeman e Offley: vinhos do Porto Vintage 2018

Pub

 

 

Depois de dois anos excecionais para a categoria, a Sogrape acaba de anunciar a declaração de Vintage 2018 para as marcas Ferreira, Sandeman e Offley, um anúncio que resulta de uma vindima com alguns desafios, mas que ficará certamente na história do Vinho do Porto.

Luís Sottomayor, enólogo responsável pelos vinhos do Douro e Porto da Sogrape, empresa fundada em 1942 por Francisco van Zeller  Guedes, assina esta declaração. Nela reconhece os desafios que a equipa de enologia enfrentou em ano marcado por condições aparentemente adversas, mas que se vieram a revelar muito favoráveis à produção de Vintage. Para o enólogo, 2018 foi, desde o início, um ano muito promissor e clássico. Quando todo o setor de Vinho do Porto defendia esta mesma tendência para 2017, Luís Sottomayor estava já otimista quanto ao enorme potencial de 2018 e desde cedo confiante relativamente a esta declaração.

2018 é dos melhores, se não o melhor, ano Vintage a que assisti”, afirma o enólogo. “Do cenário muito particular vivido na vindima de 2018, resultaram vinhos que aliam uma elegância extraordinária a uma estrutura fora do comum, proporcionando uma ótima complexidade e harmonia, e com um grande potencial de envelhecimento”, conclui.

Condições favoráveis à criação de vinhos complexos e autênticos

Na região do Douro, as condições meteorológicas do ano mostraram-se favoráveis à excelência de resultados. Viveu-se um inverno extramente seco e frio com impacto direto na vinha, provocando uma fase de abrolhamento mais tardia. A primavera, muito chuvosa e húmida, conduziu a um atraso ainda maior na maturação e, em consequência destas condições, surgiram algumas doenças na vinha, provocando a perda de uma parte da produção, mas um efeito muito positivo na concentração e qualidade das uvas. A videira suportou bem o verão muito quente e seco, com uma maturação prolongada, de grande qualidade.

Os vinhos produzidos refletem a autenticidade e o estilo de cada casa. Ferreira, a mais antiga e celebrada marca portuguesa de Vinho do Porto, revela um Vintage marcado pela elegância e caráter harmonioso, mas com muita complexidade. Já em Sandeman, o perfil é mais robusto e marcado pela estrutura. Por fim, Offley revela o conhecido caráter irreverente, apresentando um Vintage jovem e muito frutado, ideal para quem está a começar a explorar a categoria.

Aguardam-se, assim, três Vintages de caráter clássico e excelente qualidade para Sandeman, Offley e Ferreira, esta última herdeira de um legado superior a 250 anos, onde se inclui o mais valioso património histórico na categoria, com uma garrafeira que nos leva numa viagem até 1815.

Apesar de familiar, a Sogrape chega hoje a todo mundo, com vinhos produzidos em Portugal, Espanha, Argentina, Chile e Nova Zelândia. Os seus vinhos, do clássico Mateus Rosé ao aclamado Barca Velha, chegam a mais de 120 países em todo o mundo. “O vinho é mais do que um negócio, representa uma forma de ser e estar na vida”, refere a empresa liderada, desde 2015, por Fernando da Cunha Guedes.

Fonte: Sogrape; Imagens: (0, 2) Sogrape, (1) Vinho do Douro e Porto

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.