Atendimento generalizado e gratuito à população sobre Covid-19

Coronavírus | Escola de Medicina da UMinho oferece plataforma de serviços clínicos digitais

Coronavírus | Escola de Medicina da UMinho oferece plataforma de serviços clínicos digitais

Pub

 

A Escola de Medicina da Universidade do Minho (UMinho), em Braga, criou um serviço clínico digital sobre o Covid-19, para atendimento generalizado e gratuito à população. Integrado no Centro de Medicina Digital P5, o serviço representa um contributo da Escola de Medicina para se fazer face à situação crítica que se vive no país e no Mundo. O serviço, que está disponível através de um helpdesk dedicado do Centro de Medicina Digital, conta agora, para além da equipa de profissionais do P5, com mais de 150 estudantes dos 5º e 6º anos do curso de Medicina.

O P5 garante ainda, com o apoio de psiquiatras de todo o país, e em conjugação com a Direção Geral de Saúde, a Ordem dos Médicos e a Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, um serviço de consultas de psiquiatria gratuitas por videochamada, destinado aos profissionais de saúde que se encontram ao serviço dos portugueses.

O P5 também está a trabalhar, num esforço colaborativo com equipas de engenheiros informáticos, na criação de algoritmos de Inteligência Artificial, que permitam orientar as dúvidas das pessoas (FAQ) de forma eficaz e redirecionar para fontes de informação cientificamente validadas. Paralelamente, a prestação de saúde gerais permanece necessária e, por isso, o P5 continua a disponibilizar os seus serviços clínicos em múltiplos contextos.

O Centro de Medicina Digital P5 é uma unidade que utiliza tecnologias digitais para monitorizar e melhorar a saúde das populações, complementando a rede de cuidados primários e hospitalares. O P5 conta com uma equipa multidisciplinar, composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas que aproximam os cuidados de saúde dos seus utentes e baseia-se nos pressupostos de que os cuidados de saúde devem ser preditivos, preventivos, personalizados e participativos.

 

Fonte e Imagem: UMinho

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.