Adequar presença local a um mundo mais global

Online | Comércio de Viana do Castelo recebe apoios para marcar presença no mundo digital

Online | Comércio de Viana do Castelo recebe apoios para marcar presença no mundo digital

Pub

 

 

O comércio de Viana do Castelo vai entrar no mundo digital e levar o negócio para a internet através de uma plataforma eletrónica, ou ‘marketplace’, exclusivamente dedicada aos comerciantes vianenses. O anúncio, feito pelo Vereador do Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal, Luís Nobre, e pelo Presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC), Manuel Cunha Júnior, acontece num momento em que se antecipam mais vantagens para o comércio digital, por força da alteração de hábitos que vai surgindo um pouco por todo o mundo devido à pandemia global da Covid-19. Esta sinergia representa um esforço conjunto de várias entidades e irá permitir aos empresários da região alargarem os seus negócios, através do projeto Comércio Digital de Viana do Castelo, que junta parceiros locais e nacionais.

O consórcio a quem cabe a tarefa de desenvolver, nos próximos meses, a tarefa de desenvolver o ‘marketplace’ do comércio vianense é constituído pelas empresas Blisq, Atlanse e NQDA, todas do concelho e especializadas nas áreas de programação, software, webdesign e marketing digital.

O projeto Comércio Digital de Viana do Castelo é uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Viana do Castelo e da AEVC e conta com o apoio da ACEPI – Associação Economia Digital. A iniciativa tem como objetivo, numa primeira fase, garantir que todas as lojas do centro histórico de Viana do Castelo tenham presença garantida na internet. Assim, na mesma plataforma eletrónica, os comerciantes locais vão passar a dispor de uma montra digital conjunta para o mundo e para os negócios ‘online’.

O vereador Luís Nobre defende que o objetivo passa por estabelecer “sinergias para fazer deste projeto um sucesso e que possa servir de exemplo até para outros municípios”. O responsável considera que este “é um grande passo para o comércio de Viana do Castelo, que vai entrar no mercado digital e de forma estruturada e em conjunto, porque a união faz a força”.

Trata-se de um projeto emblemático também para os empresários de Viana do Castelo que uniram esforços para ganharem escala. “A AEVC está na vanguarda do comércio digital para as empresas do concelho de Viana”, destacou Manuel Cunha Júnior.

Já Duarte Vaz, da Atlanse, que integra o consórcio responsável pela plataforma, reconhece que o objetivo principal é “apoiar o comércio local na sua adequação a um mundo mais digital e global”. “Este projeto representa para o nosso consórcio a oportunidade de trabalhar em prol de um propósito maior, criando impacto na comunidade em que estamos inseridos”, destacou ainda.

Fonte e Imagens: (0, 1) Município de Viana do Castelo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.