Aurora Rego, Inês Amorim e Sara Pinto desvelam ‘histórias da História no feminino’

Identidade | ‘Estórias do Minho’ apresenta conferência ‘Mulheres do mar’ em Vila Praia de âncora

Identidade | ‘Estórias do Minho’ apresenta conferência ‘Mulheres do mar’ em Vila Praia de âncora

Pub

 

 

O consórcio Minho Inovação promove, este sábado, 7 de Março, a partir das 21h30, em Caminha, no Teatro Valadares, a 2ª Conferência do Ciclo “Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”, no âmbito do projecto âncora “Touring Cultural – Identidade Cultural do Minho”, co-financiado pelo Norte 2020.

Esta segunda conferência, subordinada ao tema “Mulheres do mar: histórias da História no feminino”, pretende “constituir um momento de análise e reconhecimento do papel que as mulheres foram desempenhando ao longo do tempo numa comunidade fortemente marcada pelo mar e pelo rio, não só enquanto elemento de suporte ao trabalho e universos masculinos, mas também, e principalmente, enquanto força autónoma que trabalha, gera, cria e governa”.

A conferência irá contar com a participação de um conceituado painel de investigadoras, constituído por Sara Pinto, doutorada em História e investigadora do CITCEM da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Inês Amorim, docente e directora do Departamento de História da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; Aurora Rego, autora do livro “Viagens à Terra Nova, Memórias de um Tempo”.

Desta feita, a mesa redonda que se seguirá será moderada por Maria Amélia Ribeiro de Carvalho, docente na Universidade do Minho. Esta iniciativa é complementada por uma degustação de produtos do mar e dois momentos performativos: um primeiro momento musical pela Academia de Música Fernandes Fão e, mais tarde, uma  performance poética intitulada “Mulher Mar” que será dinamizada pela Krisálida – Associação Cultural do Alto Minho

Em gesto de cortesia associado à data e ao tema em apreço, o Município de Caminha irá oferecer flores às mulheres que compareçam no evento.

‘Estórias do Minho – Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária’

Este Ciclo de Conferências promovido pelo MinhoIn, liderado pelas Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Cávado e do Ave, percorrerá os 24 municípios do Minho. Pretende-se com o cojunto de eventos calendarizados valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar.

A participação nestas sessões é gratuita, sendo de assinalar, no caso de professores, a possibilidade de poderem vir a ser acreditadas como ações de curta duração.

 

Fontes: MinhoIn, Município de Caminha, Cim do Cávado

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categories: Agenda, Sociedade

About Author

Related Articles

Write a Comment

Only registered users can comment.