“SUnStAR – Supporting Students at Risk of Dropping Out”

Ensino | UMinho em projeto europeu para prevenir o abandono de estudantes do Superior

Ensino | UMinho em projeto europeu para prevenir o abandono de estudantes do Superior

Pub

 

 

O projeto europeu “SUnStAR – Supporting Students at Risk of Dropping Out” realiza esta sexta-feira, das 10h00 às 13h00, no Instituto de Educação da Universidade do Minho, em Braga, o seu primeiro “evento multiplicador”, tendo meia centena de instituições nacionais e estrangeiras sido convidadas a participar.

Ao longo de três anos, o SUnStAR desenvolveu uma plataforma que integra, simultaneamente, um instrumento de autodiagnóstico para estudantes do ensino superior em risco de abandono e um conjunto de módulos de reflexão e aprendizagem, incluindo a ligação a serviços de informação e de apoio nas universidades, de modo a promover o desenvolvimento pessoal, o sucesso académico e a permanência e conclusão dos cursos pelos estudantes.

O projeto é financiado pela Comissão Europeia, no âmbito do Programa Erasmus+ “Cooperação para a Inovação e o Intercâmbio de Boas Práticas”. Envolve, desde 2017 e até setembro próximo, sete instituições da Alemanha, Grécia, Sérvia e Portugal, o qual é representado pela UMinho e pelo ISPA, que coordena o projeto.

Em Portugal, só 30% dos estudantes acabam a licenciatura no tempo previsto de três anos, abaixo da média de 39% dos países da OCDE, segundo o relatório “Education at a Glance 2019”. E 12% dos alunos desistem antes do 2.º ano da faculdade. Explicações possíveis para esses valores são a desmotivação, o não ingresso no curso desejado, dificuldades económicas ou a possibilidade de ingressar no mercado de trabalho.

O problema é reconhecido pelas universidades, que – apesar do subfinanciamento crónico, que condiciona políticas mais eficientes – garantem estar atentas e a tomar medidas. Por exemplo, através de tutorias por colegas mais velhos e ex-estudantes, do ensino com casos reais, da inovação pedagógica e de mais formação docente. No caso da UMinho, nos últimos anos foram criados o Gabinete para a Promoção do Sucesso Académico (com diversas ações no terreno), o ObsertatoriUM – Observatório dos Percursos Académicos (sistematiza dados sobre as trajetórias heterogéneas dos estudantes) e, entre outros projetos, o Fundo Social de Emergência (apoia estudantes com dificuldades económico-sociais).

Fonte e Imagens: UMinho

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.