Liliana Barros angaria fundos para liquidar dívidas de recolha de animais abandonados

Crowdfunding | Pagar as contas da ‘Hannah’ e da ‘Hope’, mas também encontrar família de acolhimento

Crowdfunding | Pagar as contas da ‘Hannah’ e da ‘Hope’, mas também encontrar família de acolhimento

Pub

 

 

A ‘Hannah’ e a ‘Hope’ foram resgatadas por Liliana Barros, ativista da Braga Animal Save, na estrada da Falperra em agosto de 2018. À época tinham cerca de 2 meses e estavam em profundo estado de desnutrição e desidratação. Se ali tivessem ficado, não teriam certamente sobrevivido. Liliana Barros levou-as para casa e tratou delas com todo o carinho e cuidado, mas é claro que tal facto acabou por resultar num conjunto de gastos inesperados. Abriu por isso uma angariação de fundos através do facebook.

Na altura, “contactámos uma associação de Braga e levámos as cachorras ao veterinário que trabalha com essa associação.  As ‘meninas’ estiveram então a soro e foram desparasitadas. Como não tínhamos quem ficasse com a ‘Hannah’ e com a ‘Hope’, pedimos ajuda à associação que nos disse que as poderíamos deixar num determinado hotel canino com quem a associação mantém uma parceria; e assim o fizemos. Deixámos lá as cadelas e preenchemos um documento em como as tínhamos deixado lá”. Cerca de 6 meses depois fomos contactados pelo hotel. Tínhamos 6 meses de atraso no pagamento”.

“As ‘princesas’ deixaram o hotel no final do mês de Fevereiro e encontram-se agora num espaço de acolhimento temporário”, onde Liliana Barros as alimenta e visita várias vezes ao dia. “São duas mimalhas muito assustadas que só precisam de amor, carinho e compreensão. Continuam à procura de uma família que as ame incondicionalmente e lhes dê tudo o que precisam. São super meigas e bem comportadas”, diz a ativista.

Até agora, Liliana Barros conseguiu angariar 628,43€, tendo já abatido o valor da dívida com 1000€. Mas, nesta data, “ainda necessito de cerca de 1800,00€ para conseguir saldar a dívida e focar-me na adoção das ‘meninas'”.

Todas as ajudas são bem vindas e a Liliana Barros agradece. A campanha está no seu início, mas até este momento a campanha já reuniu 30,00€. Caso preferira ajudar a ‘Hannah’ e a ‘Hope’ por outras vias, poderá também fazer uma transferência bancária através dos seguintes meios:

– IBAN PT50 0036 0038 99100522689 76
– Mbway: 914698103

 

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.