Braga, Santiago de Compostela, Ponteareas e Padrón unem-se tendo em vista a preservação da identidade e da cultura da eurorregião

Eixo Atlântico | UMinho debate línguas raianas no âmbito do programa ‘Convergências Portugal – Galiza’

Eixo Atlântico | UMinho debate línguas raianas no âmbito do programa ‘Convergências Portugal – Galiza’

Pub

 

 

O salão nobre da Reitoria da Universidade do Minho, no Largo do Paço, em Braga, recebe a 27 de fevereiro (quinta-feira), às 21h30, o colóquio/tertúlia “As línguas raianas – galego, xalimego e mirandês“, com Eduardo Maragoto, Alfredo Cameirão, Xosé Enrique Costas e a moderação de Henrique Barreto Nunes.

A sessão engloba ainda uma atuação do duo Músicas da Raia, formado pelos multi-instrumentistas Paulo Meirinhos (Galandum Galundaina) e Luís António Pedraza (La Musgaña), que vão recuperar temas populares de tradição oral da eurorregião. A entrada é livre.

A iniciativa insere-se na sexta edição do ciclo “Convergências Portugal-Galiza“, que decorre até 1 de março em Braga, Santiago de Compostela, Ponteareas e Padrón, visando preservar a identidade e a cultura da eurorregião. A organização envolve a Xunta de Galicia, o Eixo Atlântico, os municípios anfitriões e, entre outros parceiros, a UMinho – através da Reitoria, do Conselho Cultural, do Instituto de Letras e Ciências Humanas, do Centro de Estudos Galegos e da Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS).

No programa para Braga merece ainda referência o concerto-tributo a Zeca Afonso (dia 23, 17h00, Theatro Circo), a apresentação do caminhoGeira e Arieiro/Braga/Santiago” (dia 24, 16h00, Posto de Turismo), a mostra de cinema documental galego (dia 24, 21h30, Casa dos Crivos), o espetáculo “Fado convergente” (dia 25, 21h30, Conservatório Bomfim), a apresentação do livro “Rexurgimento, a palavra e a ideia” e a atuação dos Canto d’Aqui (dia 26, 21h30, BLCS), o teatro “Contiños da Terra” (dia 28, 21h30, Centro Cívico de Palmeira), o concerto de Amâncio Prada (dia 29, 21h30, Espaço Vita) e a exposição “Instrumentos musicais populares do Noroeste peninsular” (até dia 29, Casa dos Crivos).

Fonte e Imagens: UMinho

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.