Edição 2020 do Festival ‘Terras de Camilo’ arranca este sábado com mais de uma dezena de peças no programa

Teatro | Famalicão revela o talento do teatro amador

Teatro | Famalicão revela o talento do teatro amador

Pub

 

 

De 22 de fevereiro a 23 de maio, Vila Nova de Famalicão volta a dar palco ao talento dos grupos de teatro amador nacionais. A décima quarta edição do Festival de Teatro Amador Terras de Camilo arranca já neste sábado e nos próximos dois meses vai apresentar ao público famalicense mais de uma dezena de propostas teatrais gratuitas.

A iniciativa, organizada pelo Grutaca – Grupo de Teatro Amador Camilianoe pelo Município de Famalicão, volta a contar com a participação de companhias oriundas de todo o país.

É o caso, por exemplo, na Nova Comédia Bracarense, de Braga, que este sábado, dia 22, protagoniza a primeira sessão do festival com a apresentação da peça “A Comédia da Marmita“, no Centro de Estudos Camilianos, às 21h30.

Na semana seguinte, no dia 29, o Teatro Experimental Flaviense, de Chaves, traz até Famalicão o espetáculo “O Bailado Russo” que une duas hilariantes peças de Anton Tchekhov: “O Urso” e “Um pedido de casamento”.

Durante o mês de março, o Festival de Teatro Amador Terras de Camilo apresenta quatro peças e uma oficina de teatro. No dia 7, o Grupo de Teatro Gólgota, de Esmoriz, apresenta “Hábitos de Bebida“, e no dia 22, o Grupo de Teatro Renascer, também de Esmoriz, apresenta “O mundo da criança“. No dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro, há a apresentação do espetáculo “Beatriz e o Peixe-Palhaço” para os mais pequenos e uma oficina de teatro sobre colocação de voz. A programação do festival durante o mês de março encerra com a apresentação da peça “A importância de ser Ernesto“, de Oscar Wilde, pelo Grupo Dramático e Recreativo da Retorta, de Valongo.

O Festival de Teatro Amador Terras de Camilo prossegue em abril, com a apresentação, no dia 4, do espetáculo “Meu Marido que Deus haja“, pelo Teatro Olimpo, de Leiria. Dia 5, a não perder, o Teatro de Balugas, de Barcelos, apresenta a peça “Pão Nosso“. Dia 18, o Teatro Amador do Círculo Católico de Operários, de Vila do Conde, apresenta “Os maridos da viúva” e no dia 19 de abril chega a vez do Grupo de Teatro do Centro Cultural Lordelense, de Vila Real, subir ao palco do Centro de Estudos Camilianos com a apresentação de “O Sherlock“.

A iniciativa termina em maio com a peça “Maldição de Mãe“, do Greculeme – Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe, no dia 2; o espetáculo “Romeu e Julieta“, do Grupo de Teatro Casca de Nós, de Ermesinde, no dia 16; e “Entre a Flauta e a Viola“, de Camilo Castelo Branco, pela mão do Grutaca, no dia 23, assim terminando a edição 2020 deste prestigiado festival entre a comunidade famalicense.

Todos os espetáculos têm entrada livre, sujeita à lotação da sala.

XIV FESTIVAL DE TEATRO AMADOR TERRAS DE CAMILO

22 de Fevereiro

Inauguração da Exposição “Máscaras e Caretos” (2.ª edição) | 16h00

Casa da Junta da União de Freguesias de Seide

Nova Comédia Bracarense 

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“A Comédia da Marmita” de Plauto

29 de Fevereiro

Teatro Experimental Flaviense

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Bailado Russo” de Anton Tchechov

7 de Março

Grupo de Teatro Gólgota

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Hábitos de Bebida”, de Tom Smith

22 de Março

Grupo de Teatro Renascer

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 16h00

“O mundo da criança”, de Felipe Silva

27 de Março

10h00 | Teatro para a infância – “Beatriz e o Peixe-Palhaço”

Centro Social e Paroquial de Seide S. Miguel

21h30 | Oficina de Teatro: “A Colocação de Voz”

Auditório do Centro Social e Paroquial de Seide S. Miguel

28 de Março

Grupo Dramático e Recreativo da Retorta

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“A importância de ser Ernesto”, de Oscar Wilde

4 de Abril

Teatro Olimpo

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Meu Marido que Deus Haja”, de André Brun

5 de Abril

Grupo de Teatro Balugas

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 16h00

“Pão Nosso”, de Cândido Sobreiro

18 de Abril

TACCO, Teatro Amador do Círculo Católico de Operários

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Os Maridos da Viúva”, de Francisco Ribeiro e Henrique Santana

19 de Abril

Grupo de Teatro do Centro Cultural Lordelense |Vila Real

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 16h00

“O Sherlock”, de Chagas Roquette e Álvaro Lima

2 de Maio

Greculeme, Grupo Recreativo e Cultural de Lemenhe

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Maldição de Mãe”, de Isabel de Oliveira Martins

16 de Maio

Grupo de Teatro “Casca de Nós”, da AACE – Associação Académica e Cultural de Ermesinde

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Romeu & Julieta”, de William Shakespeare

23 de Maio

Grutaca – Grupo de Teatro Amador Camiliano

Auditório do Centro de Estudos Camilianos | 21h30

“Entre a Flauta e a Viola”, de Camilo Castelo Branco

 

Fonte e Imagens: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.