Rainha elevou Viana à categoria de cidade

História | Exposição assinala bicentenário do nascimento de D. Maria II em Viana do Castelo

História | Exposição assinala bicentenário do nascimento de D. Maria II em Viana do Castelo

Pub

 

 

No Museu do Traje de Viana do Castelo,  já está patente uma exposição temporária de homenagem a D. Maria II, a rainha que elevou Viana à categoria de cidade. A exposição acontece para assinalar o bicentenário do nascimento da rainha e revela a forma como D. Maria II marcou a história e os trajes do concelho.

Para além de um breve historial de D. Maria II e da visita real promovida à atual Viana do Castelo em maio de 1852, esta exposição explora a riqueza do Traje à Vianesa das Terras de Geraz, assim como a sua distinção dos Trajes à Vianesa verdes da Serra d’Arga e outros trajes de cor verde.

Através desta exposição, vianenses e visitantes poderão perceber que o Traje à Vianesa das Terras de Geraz, como contado oralmente, surge aquando da visita que D. Maria II fez à região. Concretamente, e através do relato elaborado na ata de Câmara, de 12 de maio do ano de 1852, sabe-se que D. Maria II e a comitiva real se deslocaram de barco até à Passagem (Moreira de Geraz do Lima) no dia 10 de maio. A história local aponta como motivo para o surgimento da cor verde no vestuário das camponesas das Terras de Geraz a visita da Rainha D. Maria II ao lugar da Passagem.

A exposição assume-se, assim, como uma valiosa oportunidade de aprendizagem para todos os vianenses e para os apaixonados pela história do concelho vianense, principalmente para todos aqueles que valorizam os trajes locais e a riqueza da sua variedade.

Recorde-se que foi a 20 de janeiro de 1848 que D. Maria II elevou à categoria de cidade a Vila de Viana da Foz do Lima, atribuindo-lhe o nome de Viana do Castelo, como forma de reconhecimento pela defesa do Forte S. Tiago da Barra e lealdade para com sua majestade.

Fonte e Imagens: Município de Viana do Castelo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.