Primeira apresentação do livro efetuada na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco

Livros | Agostinho Fernandes lança ‘A Poesia Invade a Cidade: Antologia dos Poetas Famalicenses’

Livros | Agostinho Fernandes lança ‘A Poesia Invade a Cidade: Antologia dos Poetas Famalicenses’

 

 

No próximo dia 15 de fevereiro, pelas 15h00, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, terá lugar a sessão de lançamento da obra “A Poesia Invade a Cidade: antologia de poetas famalicenses“, que reúne poemas de um conjunto vasto de poetas famalicenses, nacionais, dos PALOP e universais.

Esta antologia reúne, para além de outros textos, todas as poesias da exposição “A Poesia invade a cidade” que se encontra a decorrer no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão A exposição e a edição desta antologia enquadram-se na comemoração dos 25 anos da Associação Dar as Mãos.

De acordo com as notas de abertura de Agostinho Fernandes, autor da coletânea, pretende-se agora divulgar, também no âmbito da linguagem poética, os valores literários famalicenses de inspiração e obra maiores, por ocasião da iniciativa e exposição de “ A poesia invade a cidade”, projeto abraçado pela Associação Dar as Mãos, que celebra este ano o seu 25º aniversário. Assim, as escolas e a sociedade famalicense poderão mais facilmente ler, melhor conhecer e divulgar e ler os seus autores. Espera-se mesmo que Famalicão se deixe prender e surpreender e saboreie o mel ou o fel dos seus poetas, “entre uma constelação grandiosa de poesia nacional, de países de língua portuguesa e mundiais, nesta Terra a que o Rei D. Sancho concedeu o foral de existência em 1205 … não parando de se desenvolver e redescobrir até aos dias de hoje… “. 814 anos depois, mais precisamente a 1 de Julho de 2019, ano em que decorreram 150 anos do nascimento de dois dos poetas maiores desta localidade, Júlio Brandão (1869-1947) e Sebastião de Carvalho (1869-1926), ocorre também o centenário do nascimento do ilustre famalicense Armando Bacelar (1919-1998), advogado, escritor e político, três figuras a recordar e honrar pela briosa população famalicense a par da luminosa Sophia de Mello Breyner Andersen e o grande inconformista e descontente Jorge de Sena que ambos partilham a data do centenário de nascimento com Armando Bacelar.

Esta edição, que contém uma seleção de poemas musicados por Ruben Araújo e Carina Amarante, contou ainda com a colaboração da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, da Associação de Pais da Escola Júlio Brandão, do Centro Artístico – A Casa ao Lado e da Cooperativa Piratiarte CRL.

 

Fonte e Imagem: BMCCB

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Categories: Agenda, Cultura, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.