60 alunos disputam celebração da leitura e do prazer de ler

Ensino | Barcelos disputa Fase Municipal do Concurso Nacional de Leitura

Ensino | Barcelos disputa Fase Municipal do Concurso Nacional de Leitura

Pub

 

 

A Biblioteca Municipal de Barcelos recebe na próxima sexta-feira, 7 de fevereiro, a Fase Municipal da 14.ª edição do Concurso Nacional de Leitura.

Nesta fase, participam 60 alunos dos Agrupamentos de Escolas do concelho de Barcelos, nas várias categorias  do 1º Ciclo ao Ensino Secundário.

Os alunos vencedores desta final irão representar o Município de Barcelos nas provas da Comunidade Intermunicipal do Cávado, que contará com todos os Municípios que integram o Vale do Cávado, e que se realizam no dia 21 de abril, em Vila Verde. A final nacional é transmitida pela RTP, no mês de junho, em Oeiras.

Os livros selecionados para o concurso e que foram objeto de leitura foram: “O Pescador de Nuvens”, de Ana Lázaro, “O Barco das Crianças”, de Mário Vargas Losa, “Eu Estive Aqui”, de Gayle Forman e “O Caçador do Verão”, de Hugo Gonçalves.

O concurso consta de uma prova escrita e de uma prova oral, subdividindo-se esta em prova de argumentação e prova de leitura, sendo o júri constituído por Miguel Borges (escritor), José Campinho (professor) e Victor Pinho (Bibliotecário Municipal).

Este concurso, organizado pelo PNL – Plano Nacional de Leitura, em colaboração com a RBE – Rede de Bibliotecas Escolares, a DGLAB-  Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, realiza-se com propósito de celebrar a leitura e o verdadeiro prazer de ler, reforçando o seu caráter universal.

Fonte e Imagem: Município de Barcelos

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.