Potencial alternativa a medicação e métodos mais invasivos

Saúde | Precisa controlar os níveis de açúcar no sangue? As bebidas cetogénicas podem ajudar

Saúde | Precisa controlar os níveis de açúcar no sangue? As bebidas cetogénicas podem ajudar

Pub

 

 

Cada vez mais pessoas sofrem de diabetes e pré-diabetes e estão à procura de estratégias para ajudar a controlar o açúcar no sangue. Uma nova pesquisa do campus de Okanagan, da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, sugere que as bebidas monoésteres de cetona – um novo suplemento alimentar popular – podem ajudar a fazer exatamente isso.

“Houve um grande empolgamento e interesse em torno das bebidas e suplementos de cetona, que realmente só estão no mercado e disponíveis para os consumidores desde há dois anos”, diz Jonathan Little, professor associado da Escola de Saúde e Exercício da UBC Okanagan, autor principal e coordenador do estudo. “Por serem tão recentes, há muito pouca pesquisa sobre como eles podem influenciar o metabolismo e estamos entre os primeiros a analisar seu uso em não atletas”.

Jonathan Little adianta que o diabetes tipo 2 é uma doença pela qual o corpo é incapaz de controlar o nível de açúcar no sangue, devido a defeitos no funcionamento da hormona insulina.

“É uma doença que se está a tornar assustadoramente comum (…) e se aproxima do que muitos considerariam níveis epidémicos“, diz ele. “Embora o diabetes tipo 2 possa ser controlado com medicamentos ou insulina injetável, muitas pessoas estão procurando opções que não exijam tomar pílulas todos os dias ou que sejam menos invasivas“.

Os suplementos de cetona têm vindo a mostrar-se um campo fértil para a pesquisa do diabetes tipo 2 porque, de acordo com o Professor Little, as cetonas são a fonte natural de combustível do corpo na cetose – o subproduto metabólico de consumir uma dieta cetogénica e pobre em carbohidratos (compostos formados pela combinação de moléculas de água com as de outro composto)

“Há evidências crescentes de que uma dieta cetogénica com reduzida quantidade de carboidratos é muito eficaz no controle do açúcar no sangue e até na reversão do diabetes tipo 2“, diz Little. “Queríamos saber o que aconteceria se cetonas artificiais fossem administradas a pessoas com obesidade e em risco de diabetes tipo 2, mas que não estavam fazendo dieta”.

Para testar a ideia, Jonathan Little e sua equipe pediram a 15 pessoas que consumissem uma bebida de cetona após jejuar durante a noite. Após 30 minutos, eles foram convidados a beber um líquido contendo 75 gramas de açúcar enquanto as amostras de sangue eram recolhidas.

“Acontece que a bebida com cetona parecia levar os participantes a uma espécie de estado pseudo-cetogénico, onde eles eram mais capazes de controlar os seus níveis de açúcar no sangue sem alterar a sua insulina”, explica o investigador. “Isso demonstra que esses suplementos podem ter um potencial real como uma ferramenta valiosa para quem é portador de  diabetes tipo 2“.

O professor universitário apresta-se a indicar que os suplementos de cetona não são uma solução milagrosa na gestão da doença.

“Há uma série de problemas que ainda precisamos resolver, incluindo o facto de ainda não sabermos quais são os efeitos a longo prazo do consumo de cetonas“, diz ele. “E sem mencionar que a bebida em si tem um gosto absolutamente terrível“.

“Mas para aqueles que não conseguem seguir uma dieta cetogénica estrita e desafiadora ou para aqueles que procuram uma nova maneira de controlar os açúcares no sangue, essa pode ser outra estratégia para ajudar a gerir o diabetes tipo 2”.

Jonathan Little investiga atualmente a relação entre saúde metabólica e obesidade, a resistência à insulina e diabetes tipo 2 benefícios terapêuticos do exercício e seus efeitos anti-inflamatórios, o papel das dietas com pouco carboidrato no tratamento e prevenção do diabetes tipo 2 e o impacto da obesidade na saúde do cérebro.

Fonte: UBC; Imagens: (0) Brandless; (1) UBC

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que temos vindo a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta, pelo que g

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se desejar recibo, envie-nos o seu número de contribuinte e email por favor; recebê-lo-á na volta do correio.

A independência requer capacidade financeira. Se puder e assim o quiser fazer, faça uma assinatura de amigo. Programe uma transferência bancária mensal ou trimestral a partir desse mesmo valor assim ajudando a garantir mais facilmente o futuro da publicação.

Lembre-se: A Vila Nova é para todos, gratuita e está sempre à mão. Colaboramos consigo, oferecendo-lhe conteúdos; colabore também connosco.

Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Ciência

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.