Principal objetivo é encontrar soluções para a cidade

Arquitetura | Braga quer afirmar-se como um ‘Living Lab’ de inovação urbana

Arquitetura | Braga quer afirmar-se como um ‘Living Lab’ de inovação urbana

Pub

 

 

Fruto de uma parceria entre a Escola de Arquitectura da Universidade do Minho e o Município de Braga, durante uma semana cerca de 20 alunos do 5.º ano do mestrado integrado em arquitetura – juntamente com os docentes das diversas unidades curriculares, os técnicos da Autarquia e a vereação – trabalharam no sentido de discutirem e elaborarem um conjunto de exercícios na Praça do Bocage e zona envolvente, contando com a participação dos moradores.

Segundo Miguel Bandeira, vereador com o Pelouro da Ligação às Universidades, esta é uma oportunidade de “trazer para o território a discussão académica e para a academia os problemas do território”.

“É um exemplo da articulação com as Universidades e de envolvimento na estratégia municipal num desafio de co-criação, de promoção e geração de ideias que podem ser testadas no território. Braga é, e tem que ser, cada vez mais um espaço de inovação, onde empresas, instituições e entidades se unem para encontrar soluções para a cidade e que podem ser replicadas em outros territórios – um living lab de inovação urbana que terá como espaço de reflexão e de debate os Laboratórios Urbanos”, disse, afirmando que a inovação urbana “só faz sentido se aproximar estas realidades e se for o mote para a construção de novas abordagens sedimentadas no conhecimento”.

A iniciativa decorreu no início de novembro sob a forma de um workshop intensivo e imersivo, sendo que o projeto se desenvolve até final do semestre.

Este workshop visou promover um olhar crítico sobre as urbanizações construídas nos anos 80 e 90 do século passado, carentes de coerência urbana e desqualificadas ao nível dos espaços públicos, da mobilidade pedonal e da segurança rodoviária, do qual a Praça do Bocage é um caso exemplar, no sentido de salientar as suas especificidades, problemáticas e oportunidades de intervenção e de qualificação.

Para lá do trabalho prático que os alunos tiveram de desenvolver, foi efetuada uma visita às obras da requalificação do projeto “(Con)Viver o Bairro”, financiado pelo Norte2020 no âmbito do PMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Braga. Realizaram-se ainda aulas e sessões de debate com diversos agentes do Município, empresas locais e moradores.

O workshop surge no âmbito do projecto Urbact: Urban Regeneration Mix. A Cidade de Braga é parceira de rede juntamente com outras cidades europeias, como Lódz (Polónia), Toulouse (França), Baena (Espanha), Zagreb (Croácia), Bolonha (Itália), e Birmingham (Inglaterra). O projecto Urbact é financiado por Fundos de Desenvolvimento Regional da União Europeia.

Da inovação à sociedade da imaginação – os centros ‘Living Labs’ em Portugal

Num quadro de alteração do processo de inovação, os ‘Living Labs’ são uma nova forma institucional de promover uma maior ligação e integração de atividades de investigação científica, de desenvolvimento tecnológico e de inovação nas empresas, procurando criar formas de validação de ideias e experimentação de protótipos em ambiente real junto dos utilizadores finais.

 

Fontes: Município de Braga, C4G; Imagens: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.