Escola é uma das referências nacionais na sua área

Ensino | Escola de Direito da UMinho celebra 26 anos

Ensino | Escola de Direito da UMinho celebra 26 anos

Pub

 

 

A Escola de Direito da Universidade do Minho, em Braga, assinala na próxima segunda-feira, 16 de dezembro, o seu 26º aniversário, às 15h00, no seu auditório nobre, no campus de Gualtar, em Braga. A cerimónia inclui a entrega de prémios e diplomas, os discursos do reitor Rui Vieira de Castro e da presidente da Escola, Cristina Dias, e uma palestra sobre direito desportivo com Vicente Javaloyes Sanchis, do Instituto Nacional de Educação Física da Catalunha (Espanha).

O Programa 26 anos Escola de Direito da UMinho prevê ainda, às 16h30, a conferência “Direito do Desporto”, com Alexandre Mestre, ex-secretário de Estado do Desporto e Juventude, e os advogados Rafael Santos, Ricardo Cardoso e Nuno Santos Rocha. Os temas vão incidir na coabitação das regras da FIFA com a lei portuguesa, no fenómeno Jorge Mendes (empresário de futebolistas como Cristiano Ronaldo), bem como nos direitos de imagem dos desportistas profissionais e nos direitos de formação nas transferências internacionais.

A Escola de Direito da UMinho tem mais de 1500 alunos inscritos em duas licenciaturas, nove mestrados e um doutoramento. Conta com 29 docentes de carreira e nove trabalhadores não docentes. Tem apostado na diversificação do ensino pós-graduado, na crescente internacionalização, no reforço da investigação e na interação com a sociedade. Possui o Centro de Investigação em Justiça e Governação (JusGov), considerado “Muito Bom” na última avaliação da tutela e que tem grupos de pesquisa em direito da UE, direitos humanos, Estado, empresa, tecnologia, globalização, democracia, poder, criminologia e justiça. Esta Escola sedia ainda entidades como o Centro de Estudos Jurídicos do Minho (que edita algumas das principais revistas jurídicas do país) e desenvolve parcerias e projetos em todo o mundo.

Fonte e Imagens: UMinho

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.