Marilyn Crispell e Carmen Castaldi acompanham um dos nomes maiores do jazz contemporâneo

Música | Joe Lovano Trio apresenta-se no Guimarães Jazz mais uma vez

Música | Joe Lovano Trio apresenta-se no Guimarães Jazz mais uma vez

Pub

 

 

Unanimemente considerado um dos grandes saxofonistas do nosso tempo, Joe Lovano (n. 1951, EUA) é um nome incontornável da música contemporânea em virtude não apenas do historial impressionante de colaborações com nomes fundamentais do jazz dos últimos cinquenta anos, como McCoy Tyner, Hank Jones, Paul Motian ou John Abercrombie, mas também pela sua participação em projetos como a Saxophone Summit, uma all-star band de saxofonistas partilhada com Dave Liebman e Michael Brecker, ou a banda Sound Prints, em coliderança com Dave Douglas, volta a apresentar-se no Guimarães Jazz. O concerto, a não perder pelos amantes do género, acontece amanhã, 13 de novembro, pelas 21h30, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

No seu regresso ao Guimarães Jazz, onde já atuou por diversas ocasiões, Joe Lovano apresenta-se com o seu Trio Tapestry, com uma formação invulgar de saxofone, piano e bateria, e ao lado de dois músicos de exceção – Marilyn Crispell, que atuou no Guimarães Jazz no já distante ano de 2002, e Carmen Castaldi.

Marilyn Crispell é uma pianista e compositora com uma carreira ativa no jazz desde 1978. Associada aos movimentos da música contemporânea e do jazz de vanguarda, Crispell notabilizou-se sobretudo enquanto membro da Creative Music Orchestra de Anthony Braxton e do Reggie Workman Ensemble, tendo também colaborado com o baterista Paul Motian, ele próprio um colaborador de longa data de Lovano, e a compositora Pauline Oliveros, entre inúmeros outros músicos, artistas visuais e escritores.

Carmen Castaldi é, tal como Joe Lovano, originário de Cleveland, cidade onde os dois se conheceram durante a adolescência e de onde ambos saíram para estudar na universidade de Berklee, Boston. Associado sobretudo à cena jazzística da costa leste dos Estados Unidos, o percurso de Castaldi foi definido pelas colaborações com músicos como Teddy Edwards e Bill Perkins. A relação artística de Castaldi com Lovano manteve-se, no entanto, ao longo do tempo, materializada em gravações discográficas ou em digressões ao vivo, nomeadamente com a Lovano’s Street Band.

Trio Tapestry, que é também o título do álbum editado em janeiro deste ano pela editora ECM, revela uma dimensão mais pessoal, intimista e, sobretudo, muito livre da música de Joe Lovano, sustentada em texturas rítmicas, melódicas e harmónicas. A tonalidade lírica dos fraseados de Crispell e a subtileza das improvisações de Castaldi criam atmosferas que o saxofone de Lovano transforma em paisagens, acrescentando definição a uma música que soa cromática e emocional, sem perder nunca de vista o horizonte da tradição do jazz que é a sua origem. Introspetiva e contemplativa, desinteressada de ambições virtuosísticas, desligada de pretensões de inovação, e focada sobretudo na expressão da beleza, a música desta banda explora dimensões meditativas e sensoriais da criação musical, interpretadas por três músicos de altíssimo nível e de grande sensibilidade artística, comprometidos apenas com o propósito da partilha e da congregação dos espíritos.

Fonte: CCVF; Imagens: (0) Jimmy Katz,(1) Ivo Martins

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.