Reunião de alto nível permitirá estreitar os laços de cooperação entre Portugal e China

Ambiente | Guimarães recebe Conferência sinoeuropeia para a Água

Ambiente | Guimarães recebe Conferência sinoeuropeia para a Água

Pub

 

 

Reunião de Alto Nível, a realizar a 8 de novembro, na Pousada de Santa Marinha, conta com as presenças do Ministro dos Recursos Hídricos da China, E. Jingping, do Ministro do Ambiente e da Ação Climática de Portugal, João Pedro Matos Fernandes, do Ministro da Energia e da Água de Malta, Joseph Mizzi, da Vice-Ministra da Agricultura e da Floresta da Finlândia, Janna Huso-Kallio, entre outros.

Terá lugar em Guimarães, de 6 a 9 de novembro, a 7.ª Conferência do Diálogo de Alto Nível da Plataforma China-Europa para a Água. Este evento, organizado conjuntamente pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática de Portugal, pelo Ministério dos Recursos Hídricos da China, pela Câmara Municipal de Guimarães e pela Universidade de Évora reunirá mais de duas centenas de personalidades do setor da água para partilhar experiências e boas práticas de gestão de recursos hídricos na União Europeia e na China.

A Plataforma China-Europa para a Água foi estabelecida em março de 2012, em Marselha, e tem por objetivo promover a cooperação e o diálogo político, empresarial e científico entre os Estados-Membros da União Europeia e a China em matéria de gestão de recursos hídricos. Portugal é membro desta Plataforma desde a sua génese e entre 2020 e 2021 assumirá o Secretariado europeu desta Plataforma.

A Reunião de Alto Nível, a realizar a 8 de novembro, na Pousada de Santa Marinha, conta com as presenças do Ministro dos Recursos Hídricos da China, E. Jingping, do Ministro do Ambiente e da Ação Climática de Portugal, João Pedro Matos Fernandes, do Ministro da Energia e da Água de Malta, Joseph Mizzi, da Vice-Ministra da Agricultura e da Floresta da Finlândia, Janna Huso-Kallio, da Subdiretora Geral de Ambiente da Comissão Europeia, Joanna Drake, do Diretor Geral da Agência Sueca para a Gestão da Água e da Vida Marinha, Jakob Granit e do Vice-Chefe de Gabinete do Senhor Ministro do Ambiente de Itália, Alessandro Zagarella.

Para além da Reunião de Alto Nível, o programa contempla também a realização de um workshop dedicado à temática da economia circular da água que contará com a presença da Secretária de Estado do Ambiente, Inês Costa.

No dia 7 de novembro realiza-se um seminário dedicado à promoção do diálogo empresarial entre representantes da União Europeia e da China. Está já confirmada a participação de 35 empresas chinesas que atuam no setor da água. Estão também inscritas cerca de 30 empresas europeias, das quais 25 são portuguesas. A EDP, a ADP, a Procesl, a Aqualogos, e a Águas do Porto, entre outras, confirmaram também já a sua presença no espaço expositivo da Conferência.

Na manhã de sábado, 9 de novembro, o dia é destinado à realização de visitas técnicas, com destaque para as Bacias de Retenção de Guimarães, Estação de Tratamento de Água de Santa Eufémia de Prazins, gerida pela empresa intermunicipal Vimágua, visita ao rio Ave e à Estação de Tratamento de Águas Residuais de Serzedelo.

A realização deste evento em Portugal é uma oportunidade singular para serem apresentadas as capacidades nacionais no setor dos recursos hídricos, evidenciando as boas práticas de gestão integrada dos principais rios portuguesas, mas também as capacidades das empresas portuguesas que trabalham nesta área. A China é um mercado com enormes desafios nos domínios da despoluição dos rios, da conservação dos ecossistemas, da resposta a eventos extremos ou da construção e projeto de infraestruturas. Estreitar as relações com os principais decisores do Ministério dos Recursos Hídricos Chinês, bem como conhecer os responsáveis pelas principais empresas atuantes no setor é uma oportunidade para reforçar a cooperação das autoridades portuguesas com aquele país, bem como para abrir portas para a entrada das empresas portuguesas naquele mercado.

Na sua visita a Portugal, E. Jingping, o Ministro dos Recursos Hídricos irá visitar as obras de requalificação do Rio Douro desenvolvidas em Gaia, a cidade do Porto e a Universidade de Coimbra, onde será apresentado o Sistema de Alerta de Cheias desenvolvido pela Agência Portuguesa do Ambiente.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.