Obra municipal permitirá reconfigurar três diferentes espaços públicos

Urbanismo | Braga inicia intervenção no Carandá

Urbanismo | Braga inicia intervenção no Carandá

Pub

 

 

O Município de Braga vai iniciar na próxima segunda-feira, 4 de novembro, uma intervenção no loteamento do Carandá, situado na União de Freguesias de São Lázaro e São João do Souto. A obra, que terá o custo de 150 mil euros e irá prolongar-se por 90 dias, estende-se a três praças delimitadas pelos prédios existentes no local.

Segundo João Rodrigues, vereador da Câmara Municipal de Braga, esta intervenção vem ao encontro das reivindicações dos residentes no loteamento. “Há cerca de um ano reunimos com os moradores no sentido de percebermos quais as suas ambições e necessidades. Partimos desse levantamento para delinear os detalhes do projeto e acreditamos que, com esta requalificação, o local ficará mais agradável e será usufruído de forma mais intensa por toda a comunidade”, afirmou, realçando ainda o ‘papel determinante’ de João Pires, presidente da União de Freguesias, para a concretização desta obra: “Foi um elemento essencial na ligação entre o Município e os moradores”.

A intervenção permitirá reconfigurar cada um destes três espaços, diferenciando os seus usos e tirando partido das condições já existentes. No primeiro espaço será instalado uma área de repouso e leitura, tirando partido da arborização existente. Será também estabelecida uma zona para equipamentos geriátricos e serão redefinidos pavimentos, criando áreas de sombra que possibilitam atividades lúdicas.

No segundo espaço ficará localizado um parque infantil e, no terceiro espaço, serão removidos os pavimentos existentes de modo a proporcionar uma maior área permeável e plausível para a colocação de arborização, conjugados com uma ciclovia e espaços de fitness.

João Rodrigues salientou ainda que a autarquia intervirá ao nível dos diversos equipamentos existentes na urbanização, designadamente ao nível da instalação de novas luminárias, da colocação de novas papeleiras e dispensadores de sacos de plástico para animais e outros equipamentos para usufruto da população. Também as normas de acesso automóvel àquelas praças passarão a ser mais restritivas, no sentido de se privilegiar o conforto e a segurança dos peões.

Fonte e Imagens: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Local, Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.