Apenas 9% do plástico é reciclado

Ambiente | Guimarães compromete-se a reduzir os plásticos de uso único no Fórum Ambiental da Eurocities

Ambiente | Guimarães compromete-se a reduzir os plásticos de uso único no Fórum Ambiental da Eurocities

Pub

 

 

O Município de Guimarães assumiu o compromisso de redução da utilização de plástico de uso único no Fórum Ambiental da Eurocities, a decorrer em Oslo, na Noruega, até esta sexta-feira, 25 de outubro. No seguimento da estratégia da defesa do ambiente, este compromisso foi assinado pela vereadora Sofia Ferreira e envolve 40 cidades europeias.

Os municípios intervenientes reconhecem que  os problemas associados ao lixo plástico são distantes e consideráveis. As Nações Unidas estimam que apenas 9% do plástico é reciclado globalmente, enquanto 60% das estimadas 8,3 bilhões de toneladas de plástico fabricadas desde a década de 1950 terminaram em aterro sanitário ou no ambiente natural. Como a produção de plástico deve aumentar da produção atual de 300 milhões de toneladas por ano, o mesmo ocorre com o volume de resíduos plásticos.

O plástico polui o ambiente natural e afeta severamente os ecossistemas. Substâncias tóxicas associados a partículas de plástico entram na cadeia alimentar e, por último, são consumidos por seres humanos. Além disso, as emissões de gases de efeito estufa do ciclo de vida do plástico ameaçam a capacidade da comunidade global de manter a temperatura global sem subir mais de 1,5 ° C.

Assim, consideram ser necessária uma abordagem holística para combater tais desafios, abordando a questão na fonte e
trabalhando em cadeias de valor e abordando o comportamento dos cidadãos.

O papel das cidades

O lixo plástico não respeita as fronteiras nacionais e é um problema global que exige soluções internacionais em vários setores e atores da cadeia de valor, incluindo as autoridades. As cidades estão usando seu poder de compra para eliminar progressivamente os plásticos de uso único e incentivar o uso de plásticos reciclados nos mais diversos produtos.

As cidades desempenham um papel fundamental numa mais correta recolha e tratamento de plásticos e muitas têm vindo a melhorá-la, bem como as suas práticas de gestão. Por outro lado, estas cidades têm vindo também a esforçar-se por aumentar a consciencialização pública sobre os padrões de consumo, mobilizando iniciativas de limpeza e colaborando com o setor empresarial no desenvolvimento de produtos alternativos.

Guimarães e o plástico de uso único

“O Município de Guimarães está a desenvolver o plano de ação para a redução dos plásticos de uso único, tendo já identificado mais de 15 ações que já estão a ser implementadas, quer na área de sensibilização como na área da investigação e desenvolvimento e na gestão dos resíduos”, salientou a vereadora responsável pelo pelouro do ambiente na Câmara Municipal de Guimarães.

Para a Organização das Nações Unidas (ONU) este é um problema que afeta o planeta e que já apresenta repercussões irreversíveis nos ecossistemas. Tal como Guimarães, este compromisso foi assumido por várias cidades como Oslo (Noruega), Ghent (Bélgica), Florença (Itália) e ainda Porto, entre outras.

Fontes: Município de Guimarães, Eurocities; Imagens: (0) Daniel Chekalov, (1) Eurocities, (2) Município de Guimarães

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.