notícia . análise . contexto . opinião

Aires Pereira anuncia abertura de terceiro Centro Ocupacional destinado a Séniores no Bairro Nova Sintra

Séniores | Centro Ocupacional de A-Ver-o-Mar celebra 1º aniversário

Séniores | Centro Ocupacional de A-Ver-o-Mar celebra 1º aniversário

Pub

 

 

Na tarde de ontem, 16 de outubro, os utentes do Centro Ocupacional de A-Ver-o-Mar (COA), na Póvoa de Varzim celebraram o primeiro aniversário do serviço.  Aires Pereira, o autarca do Município da Póvoa de Varzim, foi convidado de honra e foi recebido com versos, cantorias e o respetivo bolo de aniversário.

Na ocasião, Aires Pereira demonstrou orgulho pela forma como o espaço tem sido estimado. “Não parece que inaugurámos há um ano este serviço, mas sim esta manhã. Muitos me disseram que este investimento seria em vão porque passados meia dúzia de meses o espaço estaria degradado. Sempre discordei e aqui está a prova”.

O edil aproveitou para lembrar que o seu percurso como autarca ultrapassa já as três décadas e que, por isso, conhece bem todas as obras realizadas na Póvoa de Varzim. No entanto, nenhuma lhe deu tanta satisfação concretizar como o Centro Ocupacional de A-Ver-o-Mar (COA) e o Centro Ocupacional da Lapa (COL). “A vida mudou. Os nossos filhos já não têm tempo para cuidar de nós como gostaríamos. Por isso, temos que cuidar uns dos outros. Não concebo que os idosos da Póvoa de Varzim passem o resto dos seus dias a olhar para uma televisão, sozinhos, muitas vezes depressivos. Aqui, além de companhia, há amizades, passeios, atividades. O cérebro e o corpo não param e isso faz com que as visitas à farmácia comecem a diminuir”.

O Presidente da Câmara Municipal poveira referiu, ainda, a abertura de um terceiro Centro Ocupacional, desta feita no Bairro Nova Sintra “onde o número de população idosa é grande”. À semelhança do COA e do COL, também em Nova Sintra será utilizada a antiga Escola Primária.

Fonte e Imagem: Município da Póvoa de Varzim

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Local, Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.