‘O Murmúrio das Imagens’ apresenta uma reconstituição teórica do complexo vínculo entre Poesia e Imagem

Literatura | Joana Matos Frias recebe Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho em Famalicão

Literatura | Joana Matos Frias recebe Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho em Famalicão

Pub

 

 

A escritora Joana Matos Frias recebe amanhã, sexta-feira, 18 de outubro, pelas 15h00, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho. O prémio será entregue pelo presidente da Associação Portuguesa de Escritores (APE), José Manuel Mendes, e pelo vereador da Cultura do Município de Famalicão, Leonel Rocha.

O Murmúrio das Imagens”, publicado em março, em dois volumes, pela editora Afrontamento, valeu à autora o galardão atribuído pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a Associação Portuguesa de Escritores (APE). A obra consiste num “estudo que visa apresentar uma ponderada reconstituição teórica desse complexo vínculo entre Poesia e Imagem”, pode ler-se na sinopse do livro. Através do cruzamento dos domínios elementares da retórica, da poética e da estética, este livro propõe “uma reflexão transdisciplinar que não se escusa mesmo a uma certa indisciplinaridade”, lê-se no mesmo texto. Por sua vez, na ata do júri que atribuiu o galadão, destaca-se “a solidez e clareza da fundamentação teórica aduzida sobre um tema tão complexo”, que é a relação multisecular entre a imagem, nomeadamente a pintura, a fotografia e o cinema, e poesia.

Joana Matos Frias, professora auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, tem publicado ensaios no campo da estética comparada, privilegiando as correlações entre a poesia, a pintura, a fotografia e o cinema.

Em 2001, venceu o Prémio de Ensaio Murilo Mendes, no Brasil, com o livro “O Erro de Hamlet: Poesia e Dialética em Murilo Mendes”, sobre o poeta do modernismo brasileiro, que se fixou em Lisboa, onde morreu em 1975.

A escritora é, ainda, autora de “Localização Dinâmica”, publicado em 2010, da coletânea de ensaios “Repto, Rapto”, de 2014, e de “Cinefilia e Cinefobia no Modernismo Português”, de 2015.

Joana Matos Frias é professora auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade do Porto e pertence à Sociedade Portuguesa de Retórica e ao Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, e integra, como investigadora, a rede internacional LyraCompoetics.

Refira-se que o Prémio Eduardo Prado Coelho já consagrou vários autores, desde 2010, como Vítor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil, Manuel Frias Martins, José Carlos Seabra Pereira, Isabel Cristina Rodrigues, Helder Macedo e agora Joana Matos Frias. O prémio tem o valor pecuniário de 7.500 euros e destina-se a obras escritas em português por um autor português, publicada em livro, em primeira edição.

Fontes: APE, Município de Famalicão e Comum; Imagem: (0) Comum; (1) Afrontamento

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

Pub

Categorias: Agenda, Cultura, Local, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.