Novas consultas de medicina dentária são marcadas através do médico de família

Saúde | Centro de Saúde de Delães atendeu 150 utentes em consultas de medicina dentária no primeiro mês do serviço

Saúde | Centro de Saúde de Delães atendeu 150 utentes em consultas de medicina dentária no primeiro mês do serviço

Pub

 

 

Os utentes do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) de Vila  Nova de Famalicão estão, desde o início de setembro, a usufruir da possibilidade de aceder ao novo serviço de Saúde Oral disponibilizado pelo SNS. Neste concelho, o primeiro consultório desta especialidade foi aberto em Delães, estando previsto que o serviço seja entretanto alargado a outras unidades, tendo em vista a expansão e a melhoria da capacidade da rede dos cuidados de saúde primários.

Durante o passado mês de setembro, utilizaram o serviço de medicina dentária 150 utentes. O serviço funciona todos os dias úteis em horário das 9h00 às 18h00, com interrupção durante a hora de almoço, entre as 13h00 e as 14h00.

Embora ainda não se possa avaliar com precisão o grau de satisfação dos utentes em relação ao novo serviço, resulta evidente que está a ter bastante adesão. O tempo médio de espera de um mês.

Até aqui, a prevenção da doença oral tem vindo a ser trabalhada pelos Centros de Saúde ao nível da saúde escolar, e também um acesso crescente a tratamentos por parte de diversos grupos-alvo, por intermédio do programa cheque-dentista.

Agora, as consultas de medicina dentária nos cuidados de saúde primários podem ser marcadas por qualquer utente não abrangido ou que não seja elegível pela atribuição de cheques-dentista através do médico de família ou, no caso de não possuir médico de família ou o mesmo não se encontrar disponível, outro médico da unidade de saúde o poderá fazer, assim encaminhando o utente para a primeira consulta de saúde oral.

O projeto assumido pelo Ministério da Saúde, em estreita colaboração com a Ordem dos Médicos Dentistas, iniciou-se em 2016 com 13 experiências-piloto. Neste momento, já são mais de meia centena os centros de saúde, integrados em agrupamentos de centros de saúde das cinco regiões de Portugal Continental, que contam com médicos dentistas. Mas até final do primeiro semestre de 2020 o Governo quer ter pelo menos um consultório com médico dentista no Serviço Nacional de Saúde (SNS) em todos os municípios de Portugal continental.

Com o processo em curso, pretende-se estabelecer as bases técnico-científicas e jurídicas para criar um serviço inovador e que definitivamente consagre os médicos dentistas como profissionais de elevado valor no SNS, nomeadamente no âmbito das equipas de saúde familiar.

Imagem: Jon Tyson

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Local, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.