Clube pretende estabelecer mais elevados padrões de formação dos atletas

Futebol | Ruivanense Atlético Club candidata-se ao Processo de Certificação das Entidades Formadoras para o Futebol

Futebol | Ruivanense Atlético Club candidata-se ao Processo de Certificação das Entidades Formadoras para o Futebol

Pub

 

 

Sob o lema “Formar para Crescer”, a Direção do Ruivanense Atlético Club acaba de anunciar a sua candidatura ao Processo de Certificação das Entidades Formadoras para o Futebol promovido pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF), ao abrigo do imperativo legal previsto na Lei nº 54/2017, de 14 de Junho, em que se enquadra o atual regime jurídico do contrato de trabalho do praticante desportivo, do contrato de formação desportiva e do contrato
de representação ou intermediação.

Num processo liderado por André Oliveira (Vice-Presidente RAC e responsável pelo Processo de Certificação), por Marco Jesus (responsável Departamento Comunicação e Imagem) e por Lino Sousa e Pedro Silva (Coordenação Técnica do Futebol Formação do Clube), pretende-se habilitar o Clube a um processo que o possa certificar como Entidade Formadora Certificada, e por conseguinte, numa melhor qualidade de formação, com a melhoria dos seus recursos humanos, metodologia de ensino e melhores condições para todos os seus atletas, e assim um aumento do nível de qualidade do processo de formação para os anos vindouros dos seus escalões de Futebol 7 e 11.

“Os 78 anos de existência do Ruivanense Atlético Club impelem-nos a dar um novo e orientado passo na melhoria, desenvolvimento e qualificação da sua Estrutura de Futebol de Formação, com o objetivo de continuar a ser uma referência local e regional enquanto Clube orientado na promoção e prática do desporto Futebol, com o desenvolvimento fundamental de novos projetos, parcerias e protocolos, a serem anunciados na presente época de 2019/2020″, assinala a Direção.

O Ruivanense Atlético Club possui praticantes em todos os escalões de futebol de categorias de formação: juniores, juvenis e iniciados, em futebol de onze, e infantis, benjamins, traquinas e petizes, em futebol de sete.

 

Fonte e Imagem: RAC

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

Pub

Categorias: Desporto

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.