Alexandra Vieira: Autodeterminação das pessoas com deficiência só será possível através de uma profunda alteração das condições sociais

Legislativas | Bloco preconiza mais direitos para as pessoas com deficiência

Legislativas | Bloco preconiza mais direitos para as pessoas com deficiência

Pub

 

 

O Bloco de Esquerda reuniu com delegação de Braga da Associação Portuguesa de Deficientes, para auscultar as dificuldades desta população e apresentar as suas propostas nesta área.

No final do encontro, Alexandra Vieira, candidata do Bloco às Eleições Legislativas pelo círculo eleitoral de Braga, afirmou que “há um longo caminho a fazer para eliminar as dificuldades que as pessoas com deficiência enfrentam diariamente, seja pelas barreiras arquitetónicas, acesso a prestações sociais, assim como na empregabilidade, que no Estado se situa nos 1,8% apesar dos 5% definidos legalmente”.

A candidata refere ainda que “as pessoas com deficiências confrontam-se diariamente com o preconceito e a discriminação que decorrem da organização social vigente que lhes limita ou nega direitos humanos fundamentais, vivendo numa situação generalizada de pobreza, dependência e exclusão”.

Para a dirigente bloquista, “a independência e a autodeterminação destas pessoas só será possível através de uma profunda alteração das condições sociais, através do abandono das políticas institucionalizadoras e assistencialistas, que ainda prevalecem, e implementar outras políticas alicerçada nos direitos humanos, que promova a autonomia pessoal e a autodeterminação”.

“A independência enquanto expressão de autonomia pessoal significa que a pessoa com deficiência não está privada da oportunidade de escolher e controlar o seu estilo de vida pessoal e as atividades quotidianas”, acrescenta.

Os bloquistas realçaram ainda que o Bloco de Esquerda disponibiliza o programa eleitoral em leitura fácil, língua gestual portuguesa e braile, e que os candidatos e candidatas com deficiência do Bloco apresentaram o manifesto eleitoral.

Fonte e Imagem: BE**

*

Caro leitor

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede e pretende dar-lhe mais e melhor Informação e Opinião, o que só conseguirá através da aquisição e contratação de serviços e jornalistas estagiários numa primeira fase.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Deixamos ainda uma última sugestão. Na qualidade de amigo da Vila Nova, programe o seu donativo mínimo de 1,00 euro por mês. Ajudará a Vila Nova a estabilizar receitas e a encarar o futuro de forma mais sorridente ainda.

Caso deseje que lhe enviemos comprovativo da entrega efetuada, indique-nos, por favor, via email ou mensagem enviada para a caixa facebook da Vila Nova os seus dados fiscais.

Obrigado

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.