Em Famalicão, 2º ano da Escola Básica Luís de Camões inicia projeto de autonomia curricular

Ensino | Projeto ‘Na Rota de Magalhães’ faz chegar LUCA a todo o mundo

Ensino | Projeto ‘Na Rota de Magalhães’ faz chegar LUCA a todo o mundo

Pub

 

 

Faz hoje uma semana que, na passada sexta-feira, 20 de setembro, no mesmo dia em que Portugal e Espanha iniciaram as comemorações do V centenário do início da primeira viagem de circum-navegação do mundo, comandada pelo navegador português Fernão de Magalhães, os alunos do 2º ano de escolaridade da EB Luís de Camões deram também início a um DAC (Domínio de Autonomia Curricular) vertical e horizontal, que terá a duração de 3 anos letivos, precisamente o tempo que demorou esta viagem histórica.

A ideia primordial deste projeto curricular nesta escola do 1º ciclo da cidade de Famalicão, da iniciativa dos professores Cecília Nogueira, Georgina Pinto e Pedro Afonso, é aproveitar a temática comemorativa desta “expedição que se demarcou das demais pela sua ousadia e persistência, aliadas ao espírito de curiosidade, que a tornou pioneira nas várias áreas do conhecimento científico. Num período de três anos, atravessaram-se oceanos, observaram-se fenómenos naturais nunca antes vistos e conectaram-se culturas díspares, de modo a provar que a circularidade terrestre é declaradamente um fator de união.” (In direção Geral da Educação, Magalhães, 500 anos da Circum-navegação).

Esse espaço temporal de três anos, desde o dia 20 de setembro de 2019, 500 anos depois do início da viagem, em Sanlúcar de Barrameda, até ao dia 6 de setembro de 2022, data comemorativa da chegada, é precisamente o tempo que estes alunos têm para adquirir as suas aprendizagens do 1º Ciclo, e se prepararem para uma nova etapa, a frequência no 5º ano de escolaridade do 2º Ciclo.

Tal como Fernão de Magalhães e Juan Sebastian Elcano, que terminou a expedição após a morte do navegador português nas Filipinas, em abril de 1521, os alunos, durante estes três anos letivos, irão descobrir novos mundos, realizar novas aprendizagens, encontrar diversas dificuldades e formas de as superarem, em suma, tudo aquilo que é necessário para crescer e aprender.

Além de diversas atividades ao longo deste percurso pedagógico, os alunos farão um registo coletivo deste DAC, através da construção artística de um friso cronológico constituído por duas partes, por um lado a viagem de circum-navegação, baseada no livro de José Manuel Nunez de la Fuente, “Diário de Fernão de Magalhães, o homem que tudo viu e andou”, e por outro lado a cronologia de aprendizagens das áreas curriculares de Matemática, Português e Estudo do Meio ao longo deste projeto plurianual.

Outra novidade deste projeto é a viagem da mascote deste projeto, o LUCA, diminutivo do patrono da escola LU(ís)CA(mões), pelas comunidades portuguesas de alguns países que constituem a rota desta expedição do século XVI. O LUCA, com a colaboração do Centro Artístico A Casa ao Lado, viajará pelo Brasil, Chile, Timor, Malaca (Malásia), Cabo Verde e Espanha e será a representação física dos ilustres navegadores da Escola Básica Luís de Camões.

Fonte e Imagens: EB Luís de Camões

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.