Cidadãos esquecem ou desconhecem sistemas de recolha e acolhimento do lixo disponibilizados pela Agere e Braval

Resíduos | Braga recolhe 1.100 toneladas de resíduos em 34 lixeiras ilegais

Resíduos | Braga recolhe 1.100 toneladas de resíduos em 34 lixeiras ilegais

Pub

 

 

Braga está a efetuar um trabalho de recolha de resíduos em espaço público em diversas freguesias do concelho. A ação, intensificada na Semana do Clima, permitiu, até ao momento, a recolha de cerca de 1100 toneladas de lixo em 34 locais identificados como lixeiras‘ pela Câmara Municipal e pelas Juntas de Freguesia.

Como explicou Altino Bessa, vereador do Ambiente, este é um processo que ‘ainda vai a meio’. “Dos 34 locais identificados já foram retiradas cerca de 12 lixeiras, o que equivale aproximadamente a 100 camiões cheios encaminhados para a Braval. Vamos realizar o restante trabalho de limpeza até final do ano e, se tivermos em conta o que temos encontrado, iremos seguramente ultrapassar as 3000 mil toneladas de lixo recolhido, o que é um número bastante elevado e demonstra a necessidade de mais acções de fiscalização e sensibilização”, afirmou.

Nesse sentido, Altino Bessa lembrou que existem sistemas de recolha e acolhimento do lixo disponibilizados pela Agere e pela Braval e que há ‘multas pesadas’ para quem prevaricar, deixando um apelo à população para que denuncie os casos de descargas de lixo ilegais. “Queremos que cada cidadão seja também um fiscal e denuncie os prevaricadores, sendo que a forma mais fácil de o fazer é identificando a matrícula das viaturas que estão a fazer deposição de lixos, se possível com fotografia”, afirmou.

O Município de Braga irá também apelar às autoridades competentes, especialmente ao Sepna da GNR (já que grande parte das ‘lixeiras’ se situa em áreas rurais), e às Juntas de Freguesia para que intensifiquem a vigilância nestas situações. “O objetivo é erradicar as lixeiras em Braga e para tal é necessário sermos menos permissivos”, finalizou.

 

Fonte e Imagem: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.