Múltiplas iniciativas assinalam 250 anos do ‘bracarensis sculptor’

Património | ‘Braga Barroca’ enaltece vida e legado de Marceliano de Araújo

Património | ‘Braga Barroca’ enaltece vida e legado de Marceliano de Araújo

Pub

 

 

Concertos, teatro, exposições, saraus, visitas guiadas, sessões de história e animação de rua são algumas das iniciativas que vão ajudar bracarenses e visitantes a conhecer melhor o Património da cidade, com mais uma edição da ‘Braga Barroca’, que terá lugar de 25 a 29 de setembro. Em 2019, o evento é particularmente dedicado ao escultor Marceliano de Araújo.

 

 

Este ano, o evento vai debruçar-se sobre a vida e legado do escultor bracarense Marceliano de Araújo, um dos mais importantes artífices do Barroco Bracarense. Numa altura em que se assinalam os 250 anos da sua morte, a ‘Braga Barroca’ dará destaque a mais uma página de ouro da memória coletiva da cidade.

Na apresentação de mais uma edição do evento, que decorreu esta quinta-feira, 19 de setembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, salientou o intenso programa de iniciativas centradas na vivência do período barroco. “Este é um evento que tem contribuído para o reforço da nossa identidade e da salvaguarda do património. Em cada edição temos apresentado um programa que cresce em ambição e diversidade, e que se integra numa estratégia municipal de valorização patrimonial”, salientou o autarca.

Lídia Dias, vereadora da Cultura, lembrou que “é o património cultural que nos concede o princípio – os alicerces – para aquilo que queremos ser no presente e ambicionamos construir para o futuro. Conhecer, estudar, investigar, proteger e conservar são os princípios que nos norteiam”, referiu.

Em jeito de preparação para a Braga Barroca, o Município de Braga em parceria com diversas instituições da cidade tem realizado, desde o passado dia 14 de setembro, um conjunto de conferências, concertos, sessões de história local e oficinas. Um dos destaques vai para a inauguração da exposição ‘Marceliano – bracarensis sculptor’, que estará patente no Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga, no Palácio do Raio, até 31 de outubro.

Integrado na programação da Braga Barroca 2019, a exposição é organizada pelo Município de Braga e conta com as colaborações do Arquivo Distrital de Braga, Biblioteca Pública de Braga, Misericórdia de Braga, Igreja do Carmo, Igreja do Pópulo e Colégio D. Pedro V.

Fonte e Imagens: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.