Programa do partido assenta em mérito e mobilidade social mas também em parcerias locais

Legislativas | CDS-PP assinala início do ano letivo na Didáxis de Riba d’Ave com posição sobre ensino privado

Legislativas | CDS-PP assinala início do ano letivo na Didáxis de Riba d’Ave com posição sobre ensino privado

Pub

 

 

Os candidatos do CDS-PP no distrito de Braga assinalaram esta segunda-feira, 9 de setembro, o arranque do ano letivo com uma posição clara sobre o posicionamento do partido no que concerne à definição de escola pública, independentemente da figura jurídica do prestador do serviço de ensino. No primeiro dia oficial do novo ano letivo, o cabeça de lista de candidatos no distrito Telmo Correia, visitou a escola Cooperativa Didáxis em Riba D’Ave, um estabelecimento de ensino que servia uma comunidade escolar de mais de 3000 alunos e que viu reduzida a um quarto o número de alunos que hoje iniciaram o novo ano escolar.

 

 

“O nosso programa, em matéria de educação, assenta em duas ideias principais: a primeira ideia, a do mérito e da mobilidade social, ou seja, que o contexto em que uma criança ou um jovem nasce não pode ser determinante naquilo que seja o seu futuro, em segundo lugar, um conceito de parceria, ou seja, na ideia de que mais importante do que ser público ou ser cooperativo ou ser privado, é a ideia de que as crianças tenham acesso ao melhor ensino no território onde estão inseridas”, deixou claro Telmo Correia.

Não faz sentido que, por uma questão meramente ideológica e teimosa dos partidos que compõe este governo, se tenha posto fim a um conjunto de contratos de associação para o setor do ensino que permitiam a alunos de zonas como esta, do Vale do Ave, ter uma oferta de ensino de qualidade, com um contexto social e comunitário muito enraizado, e que agora se veem obrigados a uma deslocalização, com prejuízo no seu bem-estar e muitas vezes na qualidade do ensino”. Telmo Correia falava no final da visita à escola de Riba D’Ave, com crítica objetiva à decisão governamental. “Os estabelecimentos de ensino da rede pública não estavam preparados para receber este acréscimo de alunos e isso reflete-se na qualidade do serviço que as escolas devem prestar aos alunos”.

Telmo Correia e os candidatos do CDS-PP pronunciaram-se sobre o encerramento do Externato Delfim Ferreira, em Riba D’Ave, no concelho de Famalicão, escola que encerrou no decurso do último ano letivo, e tida como uma referência na região do Vale do Ave ao longo de quase 50 anos.

O candidato do CDS-PP deixou claro que o seu partido vai bater-se por alterar esta questão se integrar governo. “Este modelo de parceria é no nosso entender aquele que melhor serve as populações, e não nos interessa a natureza do prestador, se é público ou privado ou cooperativo. Importa que os alunos tenham um real serviço de educação, sem acrescento de custos para o erário público, e reais benefícios do ponto de vista social, da qualidade do ensino e de uma rede de escolas, independentemente da tal figura jurídica do prestador do serviço”.

Fonte e Imagens: CDS-PP

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.