Comes e bebes, música, teatro e recriação histórica

Animação | Festas da Vila em S. Pedro de Rates proporcionam momentos felizes à comunidade

Animação | Festas da Vila em S. Pedro de Rates proporcionam momentos felizes à comunidade

Pub

 

 

Durante o passado fim de semana, o centro histórico de S. Pedro de Rates foi palco das Festas da Vila, promovidas pela respetiva Junta de Freguesia, com o apoio da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim. De sexta a domingo, associações locais, artesãos e diversos figurantes garantiram muita animação e bons petiscos.

 

 

A animação do primeiro dia foi garantida pela Escola de Música de Rates e pelo Grupo de crianças “Fadas e Piratas”, do Centro Social de Rates. A ementa do jantar dessa noite tinha à disposição sardinhas, acompanhadas por broa e vinho. No final do jantar os True Band deram um concerto.

No sábado, realizou-se o Festival de Folclore, promovido pelo Rancho Folclórico de S. Pedro de Rates. Mais tarde houve uma corrida de burros e uma recriação histórica sobre a vida de Tomé de Sousa, com a atuação dos elementos de teatro da Associação Velha Lamparina.

À noite, já depois da Comissão de Festas a Santo António ter feito a apresentação do seu Programa para o ano 2020, seguiu-se o Festival de Folclore.

No domingo, depois da missa solenizada pela Escola de Música e pelo Grupo Coral de Rates, foi a vez do almoço da comunidade.

Durante a tarde, a animação continuou, com o desfile e atuação do Grupo S. Pedrinho e a Pequenada, do Centro Social de Rates, corrida de burros, cantares ao desafio, novamente a peça de teatro sobre a vida de Tomé de Sousa.

Mais à noite, e ao som de fados, foi servida sopa à Lavrador. Pelo valor da sopa, e como recordação do evento, era entregue a respetiva tijela de barro.

Estas festas contaram com a presença da Vereadora Lucinda Amorim, Sílvia Costa, o Vereador Luís Ramos e o Presidente da Junta de Freguesia de S. Pedro de Rates Paulo João Silva.

 

Fonte e Imagens: Município da Póvoa de Varzim

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.