Edifícios da Didáxis reconvertidos para apoiar o setor agroalimentar

Investir | Famalicão vai ter Centro de Formação, Investigação e Inovação

Investir | Famalicão vai ter Centro de Formação, Investigação e Inovação

Pub

 

 

O Município de Vila Nova de Famalicão pretende avançar para a instalação de um Centro de Formação, Investigação e Inovação que cruze no mesmo espaço ensino e formação profissional, incubação de empresas e empreendedorismo, investigação e inovação. O complexo educativo da Escola Cooperativa de Ensino Didáxis de Vale de S. Cosme, tornado inoperacional depois da instituição ter avançado para a concentação da sua oferta educativa nas instalações em Riba de Ave, é o espaço escolhido pelo município para albergar esta nova plataforma de desenvolvimento educativo e económico de Famalicão.

 

 

Será uma estrutura que irá receber o Centro Tecnológico para a Indústria das Carnes e que será ocupada por entidades que demonstrem interesse e pretendam estabelecer parcerias que visem atrair investimento para o concelho, apoiar empresários e o empreendedorismo e desenvolver investigação e inovação nas áreas em que o município é forte, nomeadamente, o agroalimentar. “Pretende-se atrair centros de investigação, universidades e entidades formativas, gerando num único espaço sinergias de conhecimento e de inovação que beneficiem o concelho e elevem a qualidade do emprego e dos recursos humanos famalicenses”, explicou o Presidente da Câmara Municipal aquando da apresentação do projeto, Paulo Cunha.

“Atentas as pretensões do Município, e consultado o mercado, verificou-se que esse espaço, possui as características necessárias e adequadas para o desenvolvimento deste projeto, sendo reconhecido que estas instalações, pela localização, centralidade, acessibilidades, condições e capacidade infraestrutural, são a opção adequada, não só para a criação do Centro Tecnológico setorial para a Indústria das Carnes, mas também para a implementação de outras valências destinadas à educação, ensino e formação profissional e outras na área da inovação de novos produtos e novas tecnologias, incubação de empresas e empreendedorismo, bem como para a instalação de serviços municipais complementares destas atividades”, justifica a proposta para aquisição da antigo equipamento educativo aprovada na reunião de Câmara do passado dia 6 de junho.

O equipamento em questão está localizado na União de Freguesias de Vale São Cosme, Telhado e Portela,  com uma área de 43,9 mil metros quadrados. A aquisição é proposta  pelo valor de 4,6 milhões de euros, na sequência de relatório de avaliação realizada por perito oficial da DGAJ – Direção Geral da Administração da Justiça (Distrito Judicial do Norte), de 27 de maio de 2019, ficando condicionada à autorização da Assembleia Municipal, obtenção de crédito bancário destinado ao pagamento do preço e à concessão de visto prévio do Tribunal de Contas.

Até à celebração do contrato promessa de compra e venda os responsáveis da Didáxis aceitaram ceder ao Município o uso e fruição de parte do espaço em questão em regime de comodato, pelo que o município vai poder avançar a muito curto prazo com o desenvolvimento do seu projeto.

A assinatura do contrato deverá ser realizada até 28 de fevereiro de 2020, caso não se concretize, fica desde já definido uma eventual celebração do contrato de arrendamento pelo periodo de cinco anos, mediante o pagamento da renda anual no montante de 180 mil euros, o qual será pago pelo Município em duodécimos de 15 mil euros.

“Estamos a aproveitar uma oportunidade única de um espaço que ficou livre e que serve na perfeição para os nossos projetos de desenvolvimento do concelho, nomeadamente ao nivel da formação, investigação e desenvolvimento. Vamos conseguir reunir num único local serviços, recursos e instituições que vão alavancar o futuro do concelho para novos patamares”, refere o Presidente da Câmara Muncipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha.

 

Imagens: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia, Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.