Ir à Póvoa e amar

Romaria | Noitadas, rusgas e sardinhadas revivem S. Pedro na Póvoa de Varzim

Romaria | Noitadas, rusgas e sardinhadas revivem S. Pedro na Póvoa de Varzim

Pub

 

 

Refeita das emoções fortes d´Os Dias no Parque, a cidade aponta agora baterias para a chegada iminente da grande festa poveira. De 25 de junho a 6 de julho, é altura de programar a agenda para participar numa das mais genuínas e intensas romarias do Norte de Portugal, o S. Pedro da Póvoa de Varzim. Nesta altura, os hábitos instituídos levam milhares de pessoas a deslocar-se entre os seis bairros poveiros – Belém, Matriz, Mariadeira, Norte, Regufe e Sul – e acompanhar e viver, de forma exuberante, as marchas de cada um deles. Mas o programa especialmente preparado para as festividades de 2019 não se fica por aqui.

 

 

Na cidade, por altura de inícios do verão, e como preparativos para as festividades, os bairros e as janelas das casas são ornamentados sobretudo com motivos populares, tradicionalmente piscatórios. É ver as redes, as bóias e outros artefactos espalhados pelas janelas e varandas das casas poveiras. Na noite de 28 para 29 de Junho, a população reúne-se em grande festa, circulando entre os diversos bairros, dançando,  comendo sardinhas assadas e bebendo à luz das fogueiras.

Em grupos de amigos e familiares, as populações juntam-se à mesa na rua e em acessos a pequenos pátios interiores. A quem chega, conhecido ou não, são oferecidas sardinhas e um copo para participar também da festa, no que é uma original forma de hospitalidade e convívio não habitual noutras romarias. Na grande noitada, mas não só, os bairros tradicionais da cidade competem entre si nas “rusgas” e na criação dos tronos de São Pedro, numa celebração que, nos nossos dias é, sem dúvida, o principal evento de identidade territorial da cidade.

Assim, as celebrações arrancam com a alegria contagiante dos mais novos, às 10h00 de 25 de junho. Vestidas a rigor para o S. Pedrinho e a Pequenada, dezenas de crianças dos Jardins de Infância do concelho prometem iluminar o Passeio Alegre e o Auditório da Lota com a interpretação das coreografias afetuosamente preparadas pelos seus educadores. O colorido do primeiro dia não se fica pela festa dos mais pequeninos e as iluminações acendem-se nas ruas poveiras, pela primeira vez, depois do pôr-do-sol, às 22h00.

O pontapé de saída para as famosas sardinhadas poveiras está agendado para o dia 27 de junho, às 12h30, e será dado pela Casa da Juventude, que irá acompanhar os petiscos com um arraial e gincana de jogos tradicionais. A finalizar o dia, às 22h00, nos Bairros de Belém, Matriz, Mariadeira, Norte, Regufe e Sul acontece a tradicional inauguração dos Tronos, um momento sempre encarado com muita expectativa pelos poveiros.

O Mercado Municipal também se associa à grande festa, no dia 28 de junho, às 12h00, com a organização de uma sardinhada especial em parceria com a PROANDI, a abrir o apetite para a grande Noitada de S. Pedro, de 28 para 29 de junho.

A Noitada, que dispensa apresentações, irá durar até ao amanhecer e tem animação garantida por toda a cidade, com rusgas, sardinhas, muita dança, convívio, tradição e o inevitável espetáculo de fogo de artifício com música, às 00h00, na Avenida dos Descobrimentos, Avenida dos Banhos e Largo do Passeio Alegre.

29 de junho é feriado local, mas não se deixe dormir até muito tarde para retemperar forças da Noitada, porque o Dia de S. Pedro começa logo pela manhã. Às 11h00, a Igreja da Lapa celebra uma missa pela ocasião festiva, que será seguida por uma arruada pela Banda Musical da Póvoa de Varzim e Banda Marcial de Gueifães, às 14h15, da Igreja Matriz até à Praça do Almada, a culminar num grande concerto às 15h00, com a interpretação conjunta do tema “S. Pedro Poveiro”. Depois de nova arruada, desta feita até à Igreja Matriz, ali principia a majestosa Procissão de S. Pedro, que incorpora os três Santos Populares (S. Pedro, Stº António e S. João) e recolhe na Igreja da Lapa.

A culminar o grande Dia de S. Pedro, Nego do Borel, convidado de honra das Festas nesta edição de 2019, sobe ao palco em frente ao Casino da Póvoa para um mega-concerto gratuito, às 22h00. O músico brasileiro promete colocar os milhares de poveiros e visitantes a dançar noite dentro ao som do funk carioca.

Ainda no rescaldo do concerto do feriado, com poucas horas de sono, a Marginal da Póvoa de Varzim desperta para receber o melhor do atletismo nacional, com a realização da XXXI Corrida de S. Pedro, a partir das 10h00 do dia 30 de junho. Logo que restabelecidos do exercício físico da manhã, todos estão convidados a assistir ao concerto da Banda do Exército, no Cine-Teatro Garrett, às 16h30, realizado no âmbito das comemorações do dia da Escola dos Serviços e dos 150 anos do Serviço de Administração Militar. À noite, às 22h00, a Avenida dos Banhos e a Avenida dos Descobrimentos iluminam-se com o Cortejo Luminoso das Rusgas de S. Pedro.

Em julho, as festas prosseguem com um programa recheado de animação cultural, um pouco por toda a cidade. O palco do Largo do Passeio Alegre recebe os concertos musicais da Banda Top5, de Ricardo Carriço, do Grupo Replika 7 e dos The Lush Life Duet, às 22h00 dos dias 1, 2, 3 e 4 de julho, respetivamente; o Centro Ocupacional da Lapa promove um arraial popular com as instituições séniores do concelho, no dia 3 de julho, às 15h00 e a Escola dos Serviços assinala o aniversário da Unidade Militar da Póvoa de Varzim, no dia 5, às 9h00.

A 2ª Noitada de S. Pedro, um dos momentos mais aguardados das Festas da Cidade, realiza-se a 5 de julho. O fervor bairrista terá a companhia das melhores iguarias até ao amanhecer, sem esquecer o habitual fogo de artificio presente em cada um dos bairros poveiros.

A grande festa da cidade termina em grande no dia 6 de julho. Às 11h00, a Praça do Almada recebe a grande novidade desta edição: o maior Arroz de Sardinha do Mundo, promovido pela Confraria dos Sabores Poveiros e, às 22h00, o Estádio do Varzim SC será pequeno para a habitual enchente proporcionada pelo tradicional Espetáculo das Rusgas da Póvoa, apresentado pelos bairos de Regufe, Belém, Mariadeira, Norte, Matriz e Sul e a Mapadi. Este ano, o palco voltará ao centro do relvado e a iluminação irá incidir sobre as Rusgas e não sobre o público nas bancadas, por forma a dar o merecido destaque às tricanas, “as estrelas da noite”. A festa irá culminar num espetáculo piromusical na Avenida dos Banhos, Largo do Alto do Martim Vaz e Marginal Norte.

Em complemento, importa assinalar a realização de uma grande panóplia de atividades paralelas no âmbito do S. Pedro. No Cine-Teatro Garrett haverá Cinema com a projeção do filme “Um Conto de duas Cidades” de Steve Harrison e Morag Brennan, a 27 de junho, pelas 18h00 e o Diana Bar e a Praia da Lagoa promovem as Bibliotecas de Praia, entre 1 de julho e 31 de agosto. Relativamente às exposições artísticas, o Museu Municipal de Etnografia e História da Póvoa de Varzim terá patentes as exposições: “O Cego do Maio e a História Trágico-Marítima dos Poveiros” (até dezembro), “Atlântico” de Hélder Luís (de junho a agosto), “Camisolas Poveiras” (de junho a outubro) e “Como se brincava no tempo dos nossos pais, avós e bisavós” (até dezembro de 2019); a Biblioteca Diana Bar acolhe “Entre Olhares” de Francisco Candeias (de 2 a 28 de julho); a Biblioteca Municipal Rocha Peixoto expõe “P de Pintura 3” de Leonel Cunha (5 de julho a 30 de agosto) e o Centro Ocupacional da Lapa recordará “Memórias de Bairro” (entre junho e outubro).

S. Pedro da Póvoa de Varzim – Programa 2019

 

Imagens: Município da Póvoa de Varzim

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.