Musicoterapia é instrumento terapêutico

Ensino | Braga promove ‘Musicando’ nos estabelecimentos com Educação Especial

Ensino | Braga promove ‘Musicando’ nos estabelecimentos com Educação Especial

Pub

 

 

Em parceria com a COOP21 Especial (Cooperativa para o Desenvolvimento Psicossocial de Crianças com Necessidades Especiais), o Município de Braga está a promover ‘Musicando’, um projeto de musicoterapia em dezasseis escolas do concelho.

 

 

O ‘Musicando’ está no terreno pelo segundo ano consecutivo e tem como objectivo facilitar e promover a comunicação, relacionamento, aprendizagens, mobilidade, expressão, organização e outras metas terapêuticas relevantes para as crianças com Necessidades Especiais que frequentem Unidades de Multideficiência dos Agrupamentos de Escolas da rede pública do concelho de Braga.

A musicoterapia reveste-se de uma relevância acrescida na Educação Especial, afirmando-se como um instrumento terapêutico importante para o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, sentido rítmico, memória, concentração, autodisciplina, respeito pelo outro, socialização e afetividade. Esta terapia contribui, igualmente, para uma efectiva consciência corporal e de movimentação.

De referir que o projeto começou a ser implementado no ano letivo 2017/2018 e, desde então, tem crescido substancialmente. Com um investimento de cerca de 24 mil euros, o ‘Musicando’ tem sido bem acolhido por parte de toda a comunidade educativa.

Segundo Lídia Dias, vereadora da Educação, “a Escola deve materializar os princípios de Educação Inclusiva, proporcionando uma educação de qualidade para todos”.

“Foi considerando a importância de desenvolver ações diversas com estes alunos e de potenciar as suas competências, que o Município de Braga estabeleceu uma parceria com a COOP21 de modo a alargar esta iniciativa aos alunos de todas as unidades especializadas do concelho, garantindo que, durante 33 semanas letivas, os grupos usufruam de sessões semanais de musicoterapia com dois técnicos especializados”, acrescenta a vereadora que esta quinta-feira, 6 de junho, assistiu a uma aula de musicoterapia na Escola da Gandra, em Ferreiros.

 

Imagens: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Mais recentes

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.