Aviso | Braga e Guimarães alertam para riscos de incêndio até 30 de maio

Aviso | Braga e Guimarães alertam para riscos de incêndio até 30 de maio

Pub

 

 

Serviços municipais de Proteção Civil de Braga e Guimarães alertam para a proibição da realização de queimas e queimadas de sobrantes de exploração, tal como para o lançamento de foguetes, entre outras, em função da Declaração de Situação de Alerta emitida em função das condições meteorológicas previstas favoráveis à ocorrência e propagação de incêndios rurais até quinta-feira, 30 de maio.

 

 

No Município de Braga, a Divisão Municipal de Protecção Civil reforça ainda alguns cuidados a ter, face ao agravamento das condições meteorológicas previstas, na realização de trabalhos agrícolas e florestais, nomeadamente, manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras; abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação; ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

Assim, recomenda-se a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adopção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da Autorida Nacional de Emergência e Proteção Civil – ANEPC, do IPMA e da Câmara Municipal.

O Município de Guimarães, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, alerta para a previsão dos valores de temperatura máxima acima do que é normal para a época do ano e com permanência de condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios, perante um quadro meteorológico adverso para os próximos dias caracterizado por tempo seco e subida gradual da temperatura, emitiu algumas recomendações, tais como evitar: realização de queima de sobrantes e queimadas; realização de fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos; utilização de equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos; lançamento de balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem; fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

O Serviço Municipal da Proteção Civil e o Gabinete Técnico Florestal recomendam a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando as proibições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cingética e Biodiversidade – ANPC e do Instituto Português do Mar e da Atmosfera – IPMA.

 

Imagens: (0) Município de Guimarães, (1) Proteção Civil

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Mais recentes

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.